Historiador diz que Anitta representa a 'decadência cultural' do Brasil

Marco Antônio Villa faz duras críticas à funkeira carioca em sua coluna no jornal O Globo

por Marcelo Fraga 09/01/2018 16:56

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Anitta/Reprodução
Segundo o historiador Marco Antônio Villa, colunista do jornal O Globo, a cantora Anitta seria a representação da "decadência cultural" do Brasil (foto: YouTube/Anitta/Reprodução)
O historiador Marco Antônio Villa fez críticas severas à funkeira Anitta, em sua coluna publicada na manhã desta terça-feira, dia 9 de janeiro, no jornal O Globo. Na opinião dele, a cantora carioca é "o melhor exemplo" do que chama de "decadência cultural" do Brasil.

Para Villa, o sucesso de Anitta e a imagem que ela tem como "representante do Brasil para o mundo" seriam um fato negativo. Ele também define a cantora como uma "figura caricata". "Foi até chamada para cantar o hino nacional no último Grande Prêmio de Fórmula 1, em Interlagos. Seguindo este caminho, logo teremos como intérpretes Ludmilla ou Pabllo Vittar", ironiza o historiador, referindo-se a outros dois cantores que tornaram-se famosos recentemente.

O colunista do Globo critica, ainda, a presença de Anitta como a principal atração do Réveillon do Rio de Janeiro, na praia de Copacabana. A frase "vocês acharam que eu não ia rebolar a minha bunda hoje?", dita por ela durante o tradicional show da virada de ano, foi classificada por Marco Antônio Villa, utilizado a ironia, como "de rara profundidade filosófica".

No texto publicado nesta terça (9), o historiador fala ainda sobre o hit Vai Malandra, recém-lançado por Anitta. Para ele, o vídeo desqualifica as mulheres e traz uma idealização da favela que não existe na realidade. Por fim, Villa atribui à ignorância o sucesso da funkeira: "A decadência cultural do país é inquestionável. A ignorância se transformou em política oficial. Quanto mais medíocre, melhor".

Sucesso astronômico

Apesar da crítica recebida, o clipe da música Vai Malandra alcançou a marca de 100 milhões de visualizações no YouTube após, apenas, 17 dias de lançamento, o que configura um recorde para um vídeo brasileiro na plataforma do Google. Atualmente, a música da Anitta já foi exibida 116 milhões de vezes.

Já no serviço de streaming de música Spotify, a cantora carioca também alcançou uma marca inédita com a canção Vai Malandra. Ela se tornou a primeira música em português a figurar entre as 20 mais ouvidas em todo o mundo.

Últimas notícias

Comentários