Eduardo Costa faz vídeo apoiando Gusttavo Lima e pedindo a liberação da compra de armas

O cantor sertanejo diz ser contrário à posse de arma nas ruas, mas não ao uso dela para proteger a família e a casa

por João Paulo Martins 01/03/2018 08:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Instagram/eduardocosta/Reprodução
Eduardo Costa faz vídeo polêmico para apoiar o também sertanejo Gusttavo Lima e pedir o direito de todo cidadão brasileiro comprar arma de fogo (foto: Instagram/eduardocosta/Reprodução)
Depois que o cantor sertanejo mineiro Gusttavo Lima, de 28 anos, publicou em seu Instagram, no final de fevereiro, vídeos em que aparece testando armas de grosso calibre nos Estados Unidos, e chegou a dizer que era favorável ao fim do Estatuto do Desarmamento, ele recebeu inúmeras críticas de fãs e internautas. Mais tarde, ele fez um novo post, esclarecendo seu posicionamento para seus mais de 10,7 milhões de seguidores. Quem também usou a rede social de imagens para falar sobre o caso do Gusttavo Lima foi o músico sertanejo mineiro Eduardo Costa, de 38 anos. Em vídeos divulgados no stories, ele se mostrou favorável à liberdade de compra de arma pelos brasileiros.

"Hoje estou aqui para parabenizar meu amigo e parceiro Gusttavo Lima que fez um depoimento muito legal e, agora, tem muita gente criticando e 'metendo o cacete' [sic]. Acho que o Gusttavo Lima teve uma postura de homem, de defender o lado que ele quer para a família dele. Eu tiro o chapéu para o depoimento dele", comenta o cantor que interpreta sucessos como Tô Indo Embora, Pronto Falei e Sapequinha.

Ainda nas gravações compartilhadas no Instagram, Eduardo Costa revela que é favorável à aquisição de armas pelos brasileiros, mas que é contrário à posse de arma nas ruas. "Sou totalmente favorável também de armar o cidadão de bem. Não o porte de arma, mas dar posse, para você possuir a arma dentro de sua casa, de seu lar, para você defender a integridade da família", completa o músico, que vem fazendo várias apresentações em todo o Brasil ao lado do também sertanejo Leonardo. Eles criaram o show Cabaré, que também se transformou em marca de perfume e de cachaça.

O músico mineiro lançou recentemente o clipe da música Pra Sempre, em que interpreta um coronel do exército. As gravações do vídeo na região de Ouro Preto, (MG), também geraram polêmica, já que ele apareceu empunhando um fuzil AR-15, de usoe xclsuivo das Forças Armadas.

Para quem não lembra, em dezembro de 2003 o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sancionou a Lei 10826, que ficou conhecida como o Estatuto do Desarmamento, e que, entre outras coisas, estabelece as regras para o registro, a posse e a comercialização de armas de fogo e munição em todo o país. Mais tarde, em 2005, o governo federal fez um referendo à população para saber se o Artigo 35 da lei, que proibia a venda de arma de fogo e munição, deveria ser rejeitado. A grande maioria dos brasileiros (63,94%) votou favorável à rejeição dessa parte do estatuto.

Assista, abaixo, ao vídeo de Eduardo Costa comentando a polêmica gerada por Gusttavo Lima:

Últimas notícias

Comentários