Publicidade

Estado de Minas CULTURA

Governo anuncia melhorias no Grande Teatro do Palácio das Artes

Problemas ganharam repercussão nacional depois que o ator Paulo Gustavo disse que não se apresentaria mais no espaço


postado em 29/03/2019 16:46 / atualizado em 29/03/2019 16:54

Grande Teatro do Palácio das Artes(foto: Rafael Campos)
Grande Teatro do Palácio das Artes (foto: Rafael Campos)
Dois dos problemas mais urgentes do Grande Teatro do Palácio das Artes, no centro de BH, devem ser resolvidos ainda neste primeiro semestre. A subestação de energia elétrica e o ar condicionado do espaço, que hoje funciona longe de sua carga máxima, serão reformados. A informação é de Eliane Parreiras, que assumiu recentemente a presidência da Fundação Clóvis Salgado, mantenedora do Palácio. O problema já era de conhecimento da instituição, mas ganhou repercussão nacional depois da bronca do ator Paulo Gustavo, após duas apresentações em janeiro deste ano. Em uma delas, a luz do teatro apagou.

Em sua conta no Instagram, o ator escreveu: “Mesmo com todos os percalços, como num determinado momento a luz do teatro ter apagado e o ar-condicionado ter pifado, o que foi super difícil para mim e para o público presente, ainda assim, foram duas noites lindas de espetáculo”, disse. 

Paulo Gustavo, que trouxe o espetáculo “Minha Mãe é uma Peça” à capital mineira, disse ainda que “até que ele (o Palácio das Artes) esteja em totais condições de receber público e artista, nós não iremos mais nos apresentar nele. Infelizmente”.        

Conforme Eliane Parreiras, as obras devem custar aos cofres do estado cerca de R$ 1 milhão. As licitações, uma para a parte elétrica e outra para o sistema de ar condicionado, já estão em andamento, apesar da crise financeira que assola as contas do estado. “Temos a preocupação de viabilizar de maneira responsável as prioridades para que a oferta de serviço para o público não seja afetada”, afirma Eliane.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade