Publicidade

Estado de Minas ARQUITETURA E DESIGN

Mostra Morar Mais por Menos transforma casa da década de 1950 em BH

Residência no bairro Cidade Jardim ganhou 36 ambientes, com direito a um cine-alpendre ao ar livre


postado em 13/09/2019 17:45 / atualizado em 13/09/2019 18:04

(foto: Marinella Castro/Encontro)
(foto: Marinella Castro/Encontro)
Está aberta até o dia 22 de setembro a mostra de arquitetura, decoração e design Morar Mais por Menos. A 13ª edição do evento em Belo Horizonte ocupa uma casa da década de 1950 no bairro Cidade Jardim. A bela residência foi transformada por 72 arquitetos e decoradores que montaram 36 espaços. Com uma linguagem contemporânea, eles seguem à risca a ideia de buscar o bom gosto e estilo com sustentabilidade e o melhor custo-benefício. É o chique que cabe no bolso.

Pode entrar

A sala de estar da casa sede da Morar Mais por Menos é bem aconchegante. As arquitetas patrícia Bigonha e Julianny Rocha se inspiraram no cafezinho para montar o espaço. O ponto de partida foi uma antiga máquina de torrefação do grão, uma peça de família. As sacas são usadas como cachepot, peneiras se transformam na parede, compondo um espaço agradável e ao mesmo tempo aconchegante para a conversação e encontros.  Dentro da casa, o visitante é conduzido para ambientes modernos e contemporâneos, como o “escritório do jovem empreendedor”, o “banho da jovem contemporânea” e a “varanda do mestre cervejeiro”, mas  há também espaços lúdicos como o quarto da menina e o quarto do bebê.  O espaço externo da casa foi transformado em espaços para bar e gastronomia, com o espaço Harley Davidson e o Restaurante Estrada Real. Chama atenção o “cine alpendre” que transformou uma área externa lateral da casa num grande cinema ao ar livre.

(foto: Marinella Castro/Encontro)
(foto: Marinella Castro/Encontro)

Café com renda

O café da casa traz para o visitante o clima intimista dos quintais de Belo Horizonte, com árvores frutíferas e ervas aromáticas. O piso recebeu um grafismo que reproduz os ornamentos em ferro da residência sede do evento.  Além disso, a arquiteta Helga Freitas Pompéu, que assina o projeto junto com Mirelli Medeiros e Maura Kupidlowsky, levou para o café as rendas de Sabará. Se você curte linhas, agulhas e trabalhos manuais vai se maravilhar com a delicadeza das rendas que foram transformadas em quadros na parede do café.  Helga Freitas realizou uma pesquisa de mestrado onde constatou que a renda de Sabará, tombada pelo patrimônio municipal da cidade, é única no Brasil, e há poucas semelhantes no mundo, uma delas na Croácia. Vale a pena conhecer o trabalho, que é feito por um grupo de mulheres que dividem a responsabilidade de manter viva essa tradição sabaraense.

Clique aqui e confira uma galeria de fotos da mostra Morar Mais Por Menos

Mostra Morar Mais Por Menos BH 2019
Quando: até 22 de setembro
Endereço: Rua Conde de Linhares, 434, Cidade Jardim
Visitação: quarta a sexta-feira das 16h às 22h; sábados das 13h às 22h; domingos e feriados das 13h às 19h

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade