Publicidade

Estado de Minas BEM-ESTAR

Qual é o tipo de sal mais saudável?

Conheça a variedade do tempero, que, assim como o açúcar, é essencial na culinária e na vida das pessoas


postado em 19/08/2015 08:29 / atualizado em 06/10/2017 09:27

Sal rosa do Himalaia, sal negro, light, defumado, são muitas as variedades desse tempero, que merece atenção na hora de ser usado, para não causar sérios problemas de saúde(foto: Goole Plus/Larissa Pilz/Reprodução)
Sal rosa do Himalaia, sal negro, light, defumado, são muitas as variedades desse tempero, que merece atenção na hora de ser usado, para não causar sérios problemas de saúde (foto: Goole Plus/Larissa Pilz/Reprodução)
Ele não costuma ser visto nos alimentos, mas sua presença faz toda a diferença no sabor da comida. Se for usado em exagero, pode estragar tudo. Se for deixado de lado, o alimento fica sem graça. Ingrediente indispensável para um bom cozinheiro, o sal deve ser utilizado de forma moderada. O que muitos não sabem é que ele também possui versões coloridas, como o sal rosa, o negro e o defumado.

Segundo a nutricionista Milene Cristina Henriques, professora da PUC Minas, você pode escolher o tipo preferido, desde que seja numa quantidade pequena. "A recomendação do consumo de sal é de cinco gramas por dia. O problema é que brasileiro come, em média, 15 gramas.  Para quem tem hipertensão, o recomendado é usar o sal ligth, o marinho ou o líquido. Se a pessoa não tem nenhum problema, pode usar o sal de cozinha, porque ele é bem mais barato. Mas, é preciso ficar atento à quantidade", alerta a especialista.

Conheça os diferentes tipos de sal e suas características, segundo a nutricionista Milene Cristina:

  • Sal de cozinha: também é conhecido como sal refinado. É o mais utilizado pelos brasileiros. Ele é obtido a partir da evaporação da água do mar e acrescido de iodo, por exigência do Ministério da Saúde. Cada grama contém, aproximadamente, 400 mg de sódio. Ele é composto por 60% de cloreto e 40% de sódio. Apesar de ser pobre em nutrientes, tem uma capacidade boa de salgar

  • Sal grosso: segue o mesmo processo de fabricação do sal de cozinha, mas não passa pelo refinamento. Tem praticamente a mesma quantidade de sódio em relação ao sal comum. É muito utilizado para temperar carne, porque não resseca o alimento

  • Sal marinho: também é obtido pela evaporação da água do mar, e não sofre refinamento. Ele é menos processado, por isso, a maior parte dos minerais é preservada. A quantidade de sódio é similar à do sal de cozinha. Os sais rosa e preto, por exemplo, são exemplos de sal marinho

  • Flor de sal: é o sal mais rico em sódio. Ele é retirado da parte mais superficial das salinas. Formam cristais translúcidos e são bem crocantes. Ele é utilizado em alimentos prontos, para dar mais crocância. Não é indicado pelos nutricionistas

  • Sal light: cada grama possui, aproximadamente, 200 mg de sódio. Feito justamente para pessoas que tem problema de hipertensão. Na composição, só tem 50% de cloreto de sódio. O restante é composto por cloreto de potássio, que é diurético. Este sal é indicado para quem tem problema de hipertensão, porque faz o controle hídrico do corpo. Porém, não é recomendando para quem sofre com algum problema renal

  • Sal defumado: possui quantidade de sódio equivalente ao sal de cozinha. É comumente produzido na França e é defumado a partir da fumaça proveniente da queima de barris de carvalho, que são usados no envelhecimento de vinhos. São sais mais aromáticos

  • Sal negro: possui origem vulcânica. Além do cloreto de sódio, também é composto por cloreto de potássio e ferro. A característica marcante é a presença de enxofre. Possui um gosto sulfuroso. A quantidade de sódio é equivalente ao sal de cozinha

  • Sal rosa do Himalaia: possui mais de 80 tipos de minerais (como cálcio, ferro, potássio, cobre e ferro). É retirado de uma região que, no passado, era banhada pelo mar. Seu uso é indicado para temperar carnes grelhadas, saladas e legumes

  • Sal líquido: ele é conhecido por ser altamente puro e por ser dissolvido em água mineral. Possui menos sódio que o sal light (aproximadamente 110 mg para cada grama)

  • Sal do Havaí: possui a coloração rosa avermelhado, porque é proveniente de uma região argilosa, rica em ferro. Cada grama desse sal possui em média 390 mg de sódio

  • Sal de ervas: comumente recomendado por nutricionistas, é uma mistura de ervas com o sal de cozinha. A vantagem é que o alimento fica mais saboroso, sem necessidade de usar tanto sódio

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade