Publicidade

Estado de Minas GASTRô | ANIVERSáRIO

Marília Pizzeria completa 15 anos

O aniversário da casa é comemorado com mais pratos no cardápio e reforma do espaço Vitta Lounge


postado em 25/05/2017 14:07

O empresário Gilson Judice:
O empresário Gilson Judice: "Estou sempre me perguntando: o que vou trazer agora? Sei que o cliente ama novidade" (foto: Cláudio Cunha/Encontro)
O empresário Gilson Judice se lembra com exatidão do dia que abriu as portas da Marília Pizzeria, no Lourdes. Era aniversário de 15 anos de sua filha, Tatiana, e a festa para a debutante foi também um jeito especial de marcar o início das operações do novo estabelecimento. No próximo dia 20 de maio, é o próprio restaurante que debuta, sendo reconhecido por sua maturidade e por sempre trazer inovações à cidade. "Estou feliz porque ao longo dos anos nos consolidamos não apenas como uma pizzaria, mas como um restaurante completo", diz Gilson.

Para marcar a data, algumas mudanças já foram feitas. O Vitta Lounge, espaço inaugurado em 2014 no segundo andar, foi reformulado. "A ideia é poder usá-lo em eventos para até 50 pessoas. Tínhamos a demanda, mas não conseguíamos atender", diz o empresário. Uma vez por semana, às sextas-feiras, a área continuará recebendo um DJ, mas ele agora é visto também do salão principal, já que fica em uma espécie de tribuna elevada (antes, o salão e o lounge não se comunicavam). A recente obra ainda mudou decoração, iluminação e mobiliário, além de destacar um grafite do artista Denis Leroy. "O painel do primeiro andar chama a atenção, todo mundo gosta de tirar foto ali. Por isso, queríamos trazer algo marcante também ao Vitta", explica Gilson.

Com reforma, espaço Vitta Lounge ganhou grafite e comunicação com o salão principal: ideia é sediar pequenos eventos privados, como comemorações de aniversário(foto: Cláudio Cunha/Encontro)
Com reforma, espaço Vitta Lounge ganhou grafite e comunicação com o salão principal: ideia é sediar pequenos eventos privados, como comemorações de aniversário (foto: Cláudio Cunha/Encontro)
O amplo cardápio da casa ganhou acréscimos de saladas, massas, pizzas e risotos, incluindo opções vegetarianas, como o que leva abobrinha, cenoura e berinjela. Outra novidade é a tarte flambe, pizza clássica da região de Alsácia, na França, feita com massa fina, creme de queijo branco, bacon e cebola pulverizada com parmesão. Também acaba de chegar a pizza Stella Tartufada, com salsa trufada, muçarela de búfala, trifolato de cogumelos e mel com pimenta-dedo-de-moça. Ainda sobre o menu, chamam a atenção as oito opções de brusquetas, como a Brusqueta d’Ibizza (ciabatta, camarão, champignon, alcaparras, azeitona e tomates). As massas integrais que entraram em 2016 sofreram mudanças para atraírem ainda mais o público fitness. Os clássicos do cardápio, por sua vez, continuam em destaque, como as pizzas de camarão e a que leva Parma, queridinhas do público. "Agora que estamos fazendo pizzas meio a meio, há muitos pedidos dessas duas juntas", diz Gilson. Vários dos ingredientes utilizados em todos os preparos são importados, como a base do molho de tomate, as alcachofras, os tartufos e os champignons.

Na parte de bebidas, a novidade é o vinho tinto Marília, produzido pela Casa Valdulga, assim como o espumante do restaurante. Ainda foram incluídos drinques, como o Frozen de Melancia (com vodca, cointreau e melancia) e os que levam gim, tendência entre os mixologistas. E Gilson não descarta outros projetos. "A ideia é fazer uma festa comemorando os 15 anos. Mas ainda estou organizando", diz.

A pizza Margherita Gênova, com muçarela de búfala, tomate italiano, pesto de azeitonas e molho de tomate, entrou há pouco tempo no cardápio: são 38 opções de redondas no menu(foto: Cláudio Cunha/Encontro)
A pizza Margherita Gênova, com muçarela de búfala, tomate italiano, pesto de azeitonas e molho de tomate, entrou há pouco tempo no cardápio: são 38 opções de redondas no menu (foto: Cláudio Cunha/Encontro)
Para o empresário, o sucesso da Marília é fruto de várias razões, como a própria busca por inovações. Ele viaja com frequência com esse objetivo – a ideia do "DJ suspenso", por exemplo, trouxe de Miami. A casa ainda é bastante presente nas mídias sociais e costuma se antecipar a tendências. Foi uma das primeiras de BH a organizar ações no Snapchat (há mais de três anos) e a montar uma playlist no Spotify. "Estou sempre me perguntando: o que vou trazer agora? Sei que o cliente ama novidade", diz Gilson. "O sucesso da Marília vem de várias vertentes. Eu luto para que seja principalmente pelo atendimento, mas sei que as inovações, além da qualidade da comida, fazem o nosso diferencial", explica.

Se por um lado as novidades são fundamentais, por outro a consistência também. Para garantir isso, Gilson investe na equipe. "Meu pizzaiolo, meu barman e meu chef de cozinha abriram a Marília comigo. Isso faz a diferença", argumenta. Outra questão crucial é criar atmosferas a públicos distintos: às sextas, por exemplo, a música é mais alta e atrai os jovens, enquanto aos domingos são as famílias que ganham espaço. Olhar para presente e futuro garante vida longa a esse restaurante debutante, mas já experiente em cativar os mineiros.

Por dentro da Marília Pizzeria

  • Ao todo, são 45 funcionários
  • A primeira casa tinha capacidade para 160 pessoas. A nova, para onde a Marília se mudou em 2014, comporta 220
  • São 117 rótulos na adega
  • Em média, são comercializadas 800 garrafas de vinhos por mês
  • Involtini di Melanzana (muçarela de búfala, tomate seco e manjericão, envoltos em finas fatias de berinjela) é um dos antepastos que nunca saiu do cardápio
  • 1min15 é o tempo gasto para assar uma pizza no forno a lenha da casa
  • Hoje há 38 sabores de pizza no cardápio
  • O local realiza delivery em toda a região Centro-Sul e bairros próximos, como Gutierrez

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade