Será que a água tônica é mesmo abortiva?

Especialista esclarece alguns mitos relacionados à bebida que leva quinino

por Vinícius Andrade 24/01/2018 09:52

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Especialista esclarece o principal mito relacionado à água tônica: a presença de quinino seria um risco para as grávidas, por seu suposto efeito abortivo (foto: Pixabay)
Apesar da fama de ser uma bebida saudável, a água tônica esconde uma série de riscos à saúde, principalmente pelo seu principal composto, o quinino, uma substância natural retirada da casca de uma planta medicinal conhecida como Cinchona calisaya (ou Quina-amarela), responsável por dar o famoso gosto amargo. Estudos recentes concluíram que o quinino, em grandes quantidades, pode ser prejudicial à saúde, e até provocar efeito abortivo.

Segundo a nutricionista Ana Carolina Matoso, do Conselho Regional de Nutricionistas de Minas Gerais, a concentração de quinino numa latinha de água tônica é baixa (cerca de 11 mg), o que não seria suficiente para causar o efeito abortivo em mulheres grávidas. "A quinina só é abortiva em grandes quantidades", destaca a especialista.

Para muitas pessoas, o gosto amargo da água tônica indica baixa concentração de açúcar, o que não é verdade. Como qualquer outro refrigerante, essa bebida é adoçada e deve ter sua ingestão controlada. Segundo Ana Carolina, uma latinha de água tônica contém cerca de 10% de açúcar. A mesma quantidade de Coca-Cola, por exemplo, possui 39%.

Existe também a crença de que a água tônica ajudaria a "curar" a ressaca. Mas, segundo a nutricionista, essa relação não passa de um mito. "A sensação de bem-estar ao beber água tônica em uma situação como essa é decorrente da reposição de açúcar no sangue, já que o excesso de álcool leva à hipoglicemia", explica Ana Carolina. Porém, o açúcar do refrigerante é rapidamente absorvido, o que provoca outra queda da taxa de glicose no sangue.

"Nada substitui a água na hidratação. Além disso, a água tônica tem uma grande quantidade de fósforo, que atrapalha a absorção de cálcio pelos ossos", completa a especialista.

Outra associação comum relacionada à bebida é que ela ajuda a prevenir o enjoo. Para evitar mal-estar em viagens, algumas pessoas costumam beber água tônica antes do passeio. Mas, segundo a nutricionista, esse efeito, na verdade, pode ser até inverso. "O gosto amargo, que é característico do quinino, retarda o esvaziamento gástrico e isso pode favorecer a náusea", alerta Ana Carolina Matoso.

Últimas notícias

Comentários