Anvisa proíbe lote de peixe infectado por vermes

A agência encontrou parasitas na polaca do alasca vendida no hipermercado Extra

por Encontro Digital 30/01/2018 09:40

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Patu-emfoco.blogspot.com.br/Reprodução
(foto: Patu-emfoco.blogspot.com.br/Reprodução)
Em resolução (RE) publicada no Diário Oficial da União (DOU) na sexta-feira, dia 26 de janeiro, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização do lote A170216036J do filé de peixe congelado polaca do alasca da marca Qualitá – que é exclusiva do hipermercado Extra –, com prazo de validade de 16 de fevereiro de 2019, por conter evidências de vermes, o que pode ser um risco para os consumidores.

Com a decisão, a empresa responsável pela distribuição do produto, a Companhia Brasileira de Distribuição, está obrigada a fazer o recolhimento de todo o estoque existente no mercado do lote citado na RE 186.

Segundo a Anvisa, o peixe passou por análise do laboratório do Instituto Adolfo Lutz – Lacen, de São Paulo, sendo reprovado. O resultado acusou a presença de vermes cestoides (o mesmo da Taenia) da ordem Trypanorhynca e de vermes nematoides da família Anisakidae.

Conforme texto publicado no portal do médico oncologista Drauzio Varella, os principais sintomas das verminoses são dores abdominais, náuseas, vômitos, diarreia, falta de apetite, perda de peso, anemia, problemas respiratórios e, em certas situações,  comprometimento cerebral.

A agência orienta os consumidores que adquiriram o produto a entrarem em contato imediatamente com o serviço de atendimento ao consumidor (SAC) da empresa, para instruções a respeito do recolhimento e da substituição do lote impróprio para o consumo.

(com portal da Anvisa)

Últimas notícias

Comentários