Comer amêndoas com chocolate amargo e cacau em pó ajuda a reduzir o colesterol ruim

Estudo americano descobriu benefícios desses alimentos para o coração

por João Paulo Martins 22/02/2018 11:10

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
O consumo moderado de amêndoa, chocolate amargo e cacau em pó pode ajudar a reduzir os níveis de LDL, colesterol ruim, no sangue, diz estudo feito nos EUA (foto: Pixabay)
O consumo de cerca de um terço de xícara de chá de amêndoas todos os dias, puras ou combinadas com um quarto de xícara de chocolate amargo e pouco mais de duas colheres de sopa de cacau em pó, pode ajudar a reduzir um dos fatores de risco para doenças cardiovasculares. A informação faz parte de um estudo que acaba de ser publicado no periódico oficial da Associação Americana do Coração (American Heart Association).

Os cientistas descobriram que a combinação de amêndoas cruas, chocolate amargo e cacau reduz significativamente o número de lipoproteínas de baixa densidade, ou LDL, partículas muito presentes no sangue de pessoas obesas e com excesso de peso. O LDL é mais conhecido como "colesterol ruim", por causa do papel obstrutivo que desempenha nas artérias do coração.

"É importante colocar isso em contexto: a mensagem não é que as pessoas devam comer muito chocolate e amêndoas para baixar o LDL. Elas podem consumir cerca de 270 calorias com 'besteiras' ao longo do dia, mas, quando esses alimentos são amêndoas, chocolate escuro e cacau, se forem consumidos juntos, como 'junk food', conferem benefícios para a saúde, ao contrário de outros alimentos fúteis, como rosquinhas tipo donuts", esclarece a pesquisadora Penny Kris-Etherton, professora de Nutrição da Universidade Penn State, dos Estados Unidos, e uma das autoras do estudo.

Pesquisa anteriores já haviam demonstrado benefícios para a saúde do consumo moderado de amêndoas, chocolate amargo e cacau não adoçado. O novo estudo procurou verificar se a combinação desses três alimentos teve um efeito positivo na saúde do coração de indivíduos com sobrepeso e obesidade.

Os pesquisadores avaliaram 31 participantes com idades entre 30 e 70 anos. Durante um mês, os voluntários não comeram nenhum dos alimentos no estudo. No mês seguinte, os participantes comeram 42,5 gr de amêndoas por dia. No terceiro mês, eles comeram 43 gr de chocolate amargo combinados com 18 gr de cacau em pó. Em um quarto período, eles comeram os três alimentos juntos, nessas proporções.

O estudo mostrou que as amêndoas comidas sozinhas reduziram o colesterol ruim, ou LDL, em 7% em comparação com o período em que os participantes não comeram nenhum dos alimentos do estudo. Combinando amêndoas com chocolate escuro e cacau também reduziu pequenas e densas partículas de LDL, que são um fator de risco para doenças cardiovasculares, conforme explica Kris-Etherton.

"O cacau é um alimento vegetal com muitos componentes bioativos. Podem existir outros benefícios que nem sequer sabemos. E é delicioso mesmo sem açúcar. Eu adoraria encontrar um estudo que colocassem as maneiras saudáveis de comer cacau como prioridade", comenta a professora da Penn State.

(com portal da American Heart Association)

Últimas notícias

Comentários