Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

KFC fecha centenas de lojas no Reino Unido

As franquias estão desabastecidas do famoso frango frito


postado em 19/02/2018 16:58 / atualizado em 19/02/2018 17:16

Uma ação da famosa lanchonete especializada em frango frito, a Kentucky Fried Chicken (KFC), no Reino Unido, está revoltando os consumidores britânicos. Isso porque a franquia americana decidiu fechar mais da metade de seus 900 restaurantes espalhados pela ilha em meados de fevereiro. A desculpa seria um problema na logística na distribuição dos pedaços de frango.

Conforme um assessor do KFC informou à rede britânica de notícias BBC, a rede de lanchonetes decidiu passar a usar a transportadora alemã DHL para a entrega de seus produtos às lojas de todo o Reino Unido. Porém, isso acabou gerando uma falta do frango e o consequente fechamento de diversos pontos de venda. Infelizmente, para tristeza de muitos britânicos, a empresa americana não sabe dizer quando os problemas de entrega serão corrigidos.

A franquia, que leva o rosto de seu fundador, o Coronel Sanders, como símbolo, estaria até encorajando os trabalhadores das lanchonetes desativadas a tirarem férias. "As nossas equipes estão trabalhando para recuperar o sistema o mais rápido possível, mas é muito cedo para dizer quanto tempo demorará para conseguirmos recuperar o atraso", comenta o porta-voz à BBC.

No Twitter, o KFC fez uma publicação oficial, dizendo que é uma tarefa árdua distribuir seus pedaços de frango pelas 900 lojas espalhadas pelo Reino Unido. O texto informa que muitas lojas fecharam, enquanto outras estão trabalhando com menu reduzido ou ficam abertas menos tempo. "Um viva às nossas equipes de restaurante, que estão trabalhando a todo vapor para nos colocar de volta nos trilhos", diz o texto publicado pela rede de franquias em sua conta dedicada ao Reino Unido e à Irlanda no Twitter. Para sorte dos irlandeses, suas lojas do KFC estão funcionando normalmente.

Vale dizer que 80% dos estabelecimentos da principal marca americana de frango frito são terceirizados (franqueados). Incluindo no Brasil, cuja operação não foi afetada por esse problema de logística.

Antes da mudança de transportadora, o KFC usava a o grupo Bidvest, da África do Sul, para fazer a entrega de seus produtos para as lojas da ilha.

Procurada pela BBC, a DHL esclareceu que "devido a problemas operacionais, várias entregas nos últimos dias ficaram incompletas ou atrasadas. Estamos trabalhando com os nossos parceiros, KFC e QSL [empresa inglesa de logística], para corrigir a situação, que estamos tratando como prioridade e pedimos desculpas por qualquer inconveniente".

Muitos clientes britânicos que se dirigiram a várias lojas do KFC encontraram as portas fechadas(foto: Dn.pt/Reprodução)
Muitos clientes britânicos que se dirigiram a várias lojas do KFC encontraram as portas fechadas (foto: Dn.pt/Reprodução)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade