Buffet Célia Soutto Mayor apresenta seu novo chef

Agora, o responsável pelo cardápio é Adriano Suppa Ricco radicado na cidade de Sintra, em Portugal

por Daniela Costa 19/06/2018 13:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Nune Antunes/Divulgação
A empresária Patrícia Soutto Mayor, ao lado do chef mineiro Adriano Suppa Ricco: "Ter a assinatura de um profissional com esse gabarito só traz benefícios para a nossa marca, que está há 48 anos no mercado", diz Patrícia (foto: Nune Antunes/Divulgação)
Há dois anos, o reencontro com a mãe de um ex-aluno fez a empresária Patricia Soutto Mayor, pedagoga de formação, ter uma boa ideia para o seu bufê. O aluno em questão era o chef Adriano Suppa Rico, para quem Patrícia havia dado aulas quando ele tinha 8 anos de idade. Na ocasião, a mãe dele esteve em Belo Horizonte e lhe falou sobre o trabalho que Adriano estava realizando no exterior. "Ele tem uma vasta bagagem gastronômica e percebi que ter a assinatura de um profissional com esse gabarito só traria benefícios para a nossa marca, que está há 48 anos no mercado", diz a empresária. Atualmente morando em Portugal, o mineiro que cresceu em uma casa na Pampulha, ajudando o avô a cuidar da horta e do pomar, saiu da capital para ganhar o mundo. Sua primeira parada foi em São Paulo, onde trabalhou ao lado de Alex Atala. De lá foi para Nova York, nos Estados Unidos, seguindo para Bali, na Indonésia, e depois para a cidade de Sintra, em Portugal. Atualmente, Adriano dirige a AR Gastronomia, desenvolvendo e gerindo projetos. "Achei uma experiência única estar ‘do outro lado’, instruindo quem um dia já me ensinou", diz. "Para mim foi muito gratificante fazer essa parceria."

Glaucimara Costa/Divulgação
Salada verda da horta, com queijo da Canastra, nozes e mel: cardápio do Ateliê Soutto Mayor traz um mix de influências latinas, asiáticas e europeias (foto: Glaucimara Costa/Divulgação)
Assim surgiu o Ateliê Soutto Mayor, com a proposta de oferecer um serviço diferenciado, moderno e contemporâneo. Mais uma opção para quem já aprecia o bufê tradicional da casa. Nas receitas do chef, ingredientes brasileiros e mineiros ganham novos temperos. "Criamos um menu sem fronteiras, com pratos elaborados com o máximo de insumos locais, valorizando a culinária mineira e a tornando ainda mais sustentável." Especiarias que não eram utilizadas no cardápio do bufê, como a páprica defumada, chegaram para despertar os paladares. Para encher os olhos e instigar ainda mais os sentidos, as criações passaram a ser apresentadas em peças de cerâmica. A equipe jovem e descolada de garçons também surge com trajes repaginados e performance inovadora. "Não tenho medo de desafios", diz Patrícia. "Acredito que é importante sair da zona de conforto e se reinventar, fugir do convencional."

O cardápio de apresentação desta nova vertente do Buffet Célia Soutto Mayor traz um mix de influências latinas, asiáticas e europeias, com 12 opções entre petiscos e entradas, sete pratos principais e uma ampla variedade de sobremesas. Entre as novidades estão a tradicional costela de porco, que agora vem acompanhada de um saboroso purê de cenoura. Docinhos que remetem à história gastronômica de Minas reavivam a memória afetiva de cada um. Fatias de amendoim, bombocado, brigadeiro glassado no chocolate, canudinhos de doce de leite e até mesmo suspiros foram resgatados, ganhando um toque gourmet. "Os franceses fazem o macaron e nós fazemos os suspiros coloridos", brinca Patricia. "Nosso objetivo é sempre valorizar o simples, com charme e muita elegância."

Últimas notícias

Comentários