Carros autônomos devem chegar ao nosso dia a dia em 2021

Montadoras e empresas de tecnologia se unem para viabilizar o lançamento dos chamados veículos autodirigíveis

por Fábio Doyle 26/04/2017 14:24

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
O recentemente lançado Chevrolet Bolt: escolhido como o modelo ícone da GM para a mobilidade autônoma (foto: Divulgação)
A corrida do momento na indústria automobilística é a do carro autodirigível, ou autônomo, como chamamos no Brasil os veículos que dispensam motorista humano. O instituto de pesquisa Navigant Research, dos EUA, acaba de divulgar relatório em que aponta Ford, General Motors, Renault-Nissan e Daimler como as "mais bem posicionadas em direção ao sucesso do carro autônomo". O relatório avaliou 18 fabricantes de automóveis, fornecedores e empresas de tecnologia e os ranqueou com base em suas estratégias de desenvolvimento e execução de seus planos até agora. As quatro marcas líderes desenvolveram sistemas de assistência ao motorista de capacidade avançada para uso comercial, apresentaram planos detalhados sobre as tecnologias futuras e avançaram em direção a essas metas com parceiros estratégicos e investimentos.

Sob o comando do CEO Mark Fields, a Ford investiu no fabricante de sensores Lidar Velodyne, em mapas digitais e na empresa de tecnologia artificial Argo Al, além de ter adquirido o aplicativo de caronas remuneradas Chariot. Em janeiro, Fields disse que a empresa investiria 700 milhões de dólares em sua linha de montagem de Flat Rock, no estado de Michigan, para desenvolver o nível 4 de veículos autônomos, que requer intervenção humana em determinadas situações. A Ford planeja iniciar a operação de seu sistema de mobilidade e transporte autônomo em 2021.

Divulgação
A aposta da Ford: montadora americana testa unidade do Fusion autônomo em rua de Dearborn, Michigan (foto: Divulgação)
Já a GM Motord está investindo na empresa de carona remunerada Lyft e comprou a startup de direção autônoma Cruise Automation. O recentemente lançado Chevrolet Bolt foi escolhido como o modelo ícone da GM para a mobilidade autônoma, comentou a CEO Mary Barra. Os testes começam nas estradas de Michigan ainda neste ano. A aliança Renault-Nissan lançou no ano passado, no Japão, a tecnologia ADAS, que mantém o carro autodirigível em sua faixa de rolagem nas rodovias, e deverá passar a utilizar a solução nos Estados Unidos, na segunda geração do Nissan Leaf. Os planos do chairman da Nissan, Carlos Ghosn, são de iniciar a produção do veículo autônomo em 2020. O fabricante alemão Daimler, de carros de luxo, concentrou esforços na tecnologia ADAS, apresentando sistemas autônomos similares ao Autopilot da Tesla nos Mercedes-Benz classe S e E. O principal esforço do grupo é com seu fornecedor Robert Bosch, com quem desenvolverá um sistema que permitirá a implantação de um serviço de táxi autônomo já no início da próxima década.

As empresas trabalham em conjunto para o desenvolvimento de um software autônomo tendo por meta operar no nível 4 (que não necessita da intervenção humana em situações definidas) e nível 5 (que elimina completamente a necessidade de um motorista humano) em veículos autônomos em áreas urbanas, informou a Bosch. O projeto prevê um serviço que permitirá aos clientes solicitar táxis autônomos por meio do telefone celular dentro de uma área predeterminada.

Divulgação
Futuro: em uma área específica da cidade, os usuários poderão usar seus smartphones para solicitar um carro dos serviços de mobilidade compartilhada ou um táxi-robô. O veículo irá então, de forma autônoma, ao encontro do cliente para levá-lo ao destino predeterminado (foto: Divulgação)
Entre as empresas do fim da fila, a Uber, em particular, tem um desafio difícil pela frente. Em fevereiro, a Waymo abriu processo legal contra a companhia, alegando que um de seus contratados roubou seu projeto de sensor Lidar. A mesma Waymo exige, diante dessa alegação, que a Uber interrompa suas operações de direção autônoma, uma atitude que poderá, se não obstruir, pelo menos causar grande desaceleração nos esforços da companhia em direção à mobilidade autônoma.

Os mais preparados para o futuro da mobilidade

1) Ford
2) General Motors
3) Aliança Renault - Nissan
4) Daimler
5) Grupo Volkswagen
6) BMW
7) Waymo
8) Volvo/Atoliv/Zennity
9) Delphi
10) Hyundai

Fonte: Relatório Navigant Research

Últimas notícias

Comentários