Publicidade

Estado de Minas VEíCULOS | LANçAMENTO

Novo SUV da Volvo, XC40 revoluciona o mercado

Recém-lançado, ele representa o início de uma nova forma de se possuir um automóvel. Transforma o fato de ser dono de um veículo em algo muito próximo a ter um telefone móvel. Você compra, mais do que o bem, uma ferramenta de serviços


postado em 19/10/2017 11:56 / atualizado em 19/10/2017 14:37

O XC40, novidade da marca sueca: chegada ao Brasil está prevista para o primeiro semestre de 2018(foto: Divulgação)
O XC40, novidade da marca sueca: chegada ao Brasil está prevista para o primeiro semestre de 2018 (foto: Divulgação)
O XC40, que a Volvo lançou na última semana de setembro em Milão, chega ao mercado quebrando uma série de paradigmas e representa parte crucial do plano da marca sueca para aumentar suas vendas globais em quase 50%, para 800 mil unidades, até 2020. A novidade entra no segmento dos SUVs compactos premium, um dos que mais crescem no mercado mundial, e tem como principais concorrentes o BMW X1 e o Audi Q3.

O XC40 é o primeiro Volvo equipado com carregador indutivo (que dispensa fios) de telefones móveis. Ele será também a plataforma de lançamento do novo serviço de assinatura all-inclusive da marca, Care by Volvo, que entrou em operação no dia do lançamento e cobre custos como manutenção, seguro, troca de pneus, entre outros. A Volvo diz que o pacote será uma alternativa transparente e descomplicada para o leasing ou compra do SUV. O serviço faz com que "ser dono do carro seja tão fácil como ter um telefone". Uma assinatura mensal de taxa fixa faz parecer que adiantamentos, negociação de preços e diferentes valores locais fiquem no passado. Será oferecido com o XC40 em sete mercados europeus – Suécia, Noruega, Alemanha, Itália, Espanha, Reino Unido e Polônia –, assim como nos Estados Unidos.

Segundo o fabricante, a novidade vai custar 699 euros (833 dólares) por mês na Europa e cobre um período de 24 meses. O custo mensal para os Estados Unidos será anunciado em novembro no Salão do Automóvel de Los Angeles.

Além das soluções de conveniência, a Volvo incluiu no XC40 tecnologias de segurança e infotainment que eram até agora oferecidas em seus modelos maiores e mais caros, como o sistema de prevenção de impacto City Safety e o monitor touch screen. "O XC40 será um competidor à altura de SUVs premium com presença já sedimentada como o Audi Q3 e o Mercedes GLA e até mesmo o Jaguar E-Pace", acredita Ian Fletcher, analista da IHS Markit. A empresa de análise de mercado prevê vendas globais de até 125 mil unidades do XC40, com China na liderança (25 mil a 27 mil) e os Estados Unidos em seguida (16 mil), pouco à frente do Reino Unido (14 mil). "Esses números não impressionam tanto, mas são consistentes com o posicionamento da marca. Também mostram um grande salto nos números totais da Volvo", diz Fletcher. A IHS Markit prevê vendas de 734.500 veículos Volvo em 2020, atingindo a meta de 800 mil em meados da próxima década. Na Alemanha, o XC40 de entrada custará 31.350 euros (116 mil reais) e nos EUA, 33.200 dólares (104 mil reais).

O bom espaço interno do SUV compacto premium: sob medida para competir com o Audi Q3, o Mercedes GLA e o Jaguar E-Pace(foto: Divulgação)
O bom espaço interno do SUV compacto premium: sob medida para competir com o Audi Q3, o Mercedes GLA e o Jaguar E-Pace (foto: Divulgação)
O BMW X1 lidera o segmento na Europa, seguido pelo Audi Q2 e Q3, com o Mercedes GLA e Ranger Rover Evoque completando a lista dos cinco mais vendidos. As vendas totais do segmento cresceram 24%, para 237.542 unidades, na Europa no primeiro semestre deste ano, segundo dados da JATO Dynamics.

No Brasil os SUVs Premium compactos que competem com o XC40 devem representar um mercado de 18 mil unidades em 2017. O líder é o Audi Q3, que até agosto emplacou, segundo a Fenabrave, 2.864 unidades, seguido pelo Mercedes-Benz GLA (2.488), BMW X1 (2.408) e Land Rover Evoque (1.332).

O XC40 será oferecido inicialmente com duas motorizações: um a diesel 2.0, quatro cilindros, potência de 190 hp; e um propulsor a gasolina 2.0, quatro cilindros, 250 hp. Os dois motores trabalham em conjunto com uma transmissão automática de oito velocidades e tração integral (nas quatro rodas). As versões híbridas plug-in e a 100% elétrica chegarão mais tarde, em data ainda não anunciada. O novo SUV compacto também será o primeiro Volvo com o novo motor de três cilindros.

Os itens de segurança de série no XC40 incluem a quarta geração City Safety de prevenção de impactos, que evita choques a velocidades de até 60 km/h; sistema que evita tanto que o carro saia fora da estrada quanto colisões de frente, assim como sinal de alerta quando o carro sai de sua faixa de rolagem e assistente para mantê-lo na trajetória correta.

Como equipamentos opcionais, a Volvo incluiu o sistema semiautônomo Pilot Assist, que pode esterçar, acelerar e frear o veículo em situações específicas; uma câmera de 360 graus para ajudar nas manobras em espaços apertados; e um sistema que guia o veículo nas balizas em vaga de estacionamento.

O XC40 é o primeiro Volvo a utilizar a arquitetura modular compacta, ou CMA, que o fabricante desenvolveu em conjunto com a Geely Automobile – grupo chinês que hoje tem o controle da marca sueca. A produção do SUV terá início em novembro na fábrica da Volvo de Ghent, Bélgica. Os planos incluem produzir o XC40 também em Luqiao, na China. No Brasil, o lançamento deverá ocorrer no primeiro semestre de 2018, segundo a Volvo local.

Outra interessante novidade que o XC 40 apresenta, para o Hemisfério Norte apenas, é que os proprietários do XC40 também serão os primeiros clientes da Volvo que poderão compartilhar seu carro com amigos e familiares via aplicativo do Volvo on Call.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade