Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Navegador alemão é encontrado mumificado em seu iate

A última vez em que ele foi visto vivo foi em 2009


postado em 02/03/2016 13:51 / atualizado em 02/03/2016 14:31

Quando o departamento de polícia da cidade de Barobo, nas Filipinas, recebeu a denúncia de que um barco estava à deriva no oceano Pacífico, não poderia supor a cena estranha que encontraria. Dentro do iate estava o corpo mumificado de um aventureiro alemão.

A embarcação foi descoberta por pescadores filipinos na madrugada do dia 26 de fevereiro deste ano. Eles observaram que a vela estava quebrada e se aproximaram do iate, que estava identificado como SAJO. Quando entraram no barco, viram que dentro havia um corpo em decomposição, sentado ao lado do rádio comunicador. Logo após a descoberta, os pescadores rebocaram o iate para um porto em Barobo e acionaram as autoridades policiais e marítimas.

Dentro do barco foram encontrados documentos e fotos. Com isso, foi possível identificar o corpo mumificado como o alemão Manfred Fritz Bajorat, de 59 anos. Um de seus colegas de navegação contou ao jornal alemão Bild Zeitung que a última vez em que o aventureiro foi visto com vida foi em 2009, ou seja, há quase sete anos. Nessa época, ele havia acabado de se separar da esposa.

Ainda não se sabe como o cadáver de Manfred se manteve preservado, nem a causa de sua morte. Mas, um especialista em Medicina forense ouvido pelo jornal Bild diz que a imagem do corpo junto ao rádio de comunicação pode indicar que o aventureiro alemão tenha sofrido uma parada cardíaca, enquanto tentava pedir socorro.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade