Publicidade

Estado de Minas CIêNCIA

Peixe nunca visto vivo é filmado na fossa das Marianas

A espécie foi achada a pouco mais de 2,4 km abaixo da superfície do oceano Pacífico


postado em 04/07/2016 09:41 / atualizado em 04/07/2016 13:08

Um veículo submarino controlado remotamente, que faz parte do navio americano de pesquisas oceânicas Okeanos Explorer, acaba de encontrar, em sua exploração da fossa das Marianas (que tem 11 km de profundidade), uma espécie de peixe que nunca havia sido vista viva.

Em vídeo publicado na sexta, dia 1º de julho, no YouTube, pela Administração Nacional da Atmosfera e dos Oceanos dos Estados Unidos, é possível ver o exemplar do peixe transparente, que pertence à família Aphyonidae e tem 10 cm de comprimento. Ele foi filmado a pouco mais de 2,4 km de profundidade no oceano Pacífico – onde se localiza a fossa das Marianas –, entre o Japão, as Filipinas e Papua Nova Guiné.

"É simplesmente inacreditável. Estou certo de que é um Aphyonid e garanto que é a primeira vez que um peixe dessa família é observado vivo. É um avistamento muito raro", diz o biólogo marinho Bruce Mundy, do Serviço Nacional de Pesca Marinha dos Estados Unidos, no vídeo divulgado no YouTube.

(foto: YouTube/oceanexplorergov/Reprodução)
(foto: YouTube/oceanexplorergov/Reprodução)

Segundo o cientista americano, o Aphyonid pertence à ordem dos Ophidiiformes, a mesma da enguia cusk, por exemplo, e, até hoje, só havia sido visto morto, quando dragas trouxeram à superfície alguns indivíduos, no passado.

"Muitos de nós que trabalham com peixes temos 'listas de desejo', que são, na prática, espécies que gostaríamos de observar. E um peixe dessa família, provavelmente, estaria em primeiro lugar na lista de muitos de nós", comenta Bruce Mundy no vídeo.

O navio americano Okeanos Explorer segue realizando pesquisas científicas subaquáticas na fossa das Marianas até o dia 10 de julho deste ano.

(com The Huffington Post)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade