Publicidade

Estado de Minas MISTéRIO

Ufólogo registra óvni no interior de São Paulo

O estranho objeto foi capturado durante o dia em São Bernardo do Campo


postado em 15/09/2016 15:18 / atualizado em 15/09/2016 15:38

Normalmente, quando vemos uma foto ou assistimos a um vídeo envolvendo objetos voadores não-identificaos (óvnis), sempre há algum problema técnico no material, como falta de nitidez, baixa resolução ou ausência de iluminação. Porém, no dia 2 de setembro deste ano, às 13h18, o ufólogo brasileiro Edison Boaventura Jr., do grupo de pesquisa Burn (Brazlian Ufo Research Network), conseguiu flagrar um suposto disco voador sobrevoando a cidade de São Bernardo do Campo, no interior de São Paulo.

A fotografia é muito nítida, especialmente porque foi feita durante o dia. O especialista usou um celular iPhone 5S para registrar o óvni. "Eu trabalho em São Bernardo e estava voltando do horário do almoço quando olhei para o céu e observei um objeto arredondado, discoidal, refletindo luz solar. Logo pensei que tinha de fotografar aquilo. Peguei meu iPhone e tirei uam fotografia do objeto", conta Edison Boaventura em vídeo divulgado em seu canal Enigma e Mistérios, no YouTube.

Ele explica que na hora de tirar a foto, fez questão de mostrar parte das árvores e dos postes, como forma de ajudar na referência de altitude e proximidade do óvni. A imagem foi feita no bairro Jardim do Mar e o objeto estaria sobrevoando o parque Raphael Lazzuri, que fica na mesma região.

Mas, apesar de estar numa velocidade baixa, de acordo com o ufólogo, quando ele foi tentar capturar uma nova imagem do suposto disco voador, aproveitando para usar o zoom do celular, algo estranho aconteceu. "Quando fui bater a segunda fotografia, esse objeto fez uma coisa incrível. Ele simplesmente fez um 'L' e ascendeu numa velocidade incrível rumo ao 'espaço'. Então, não deu tempo nem de bater a segunda foto, nem de fazer uma 'selfie'", diz Edison Boaventura.

Após ter registrado esse suposto fenômeno extraterrestre, o ufólogo enviou a imagem para seu amigo e colega Josef Prado, que também é do grupo Burn. Este, por sua vez, decidiu encaminhar o arquivo para análise. O responsável por avaliar tecnicamente a foto foi o escritor, blogueiro e artista plástico Philipe Kling David, responsável pelo site Mundo Gump, especializado em assuntos curiosos.

Após usar inúmeros programas de análise de imagens, inclusive alguns utilizados por técnicos forenses, Philipe chegou à seguinte conclusão: "Com base em todas essas observações diretas, e pela ausência de indícios de adulteração, com base nas características do Exif [software de análise], dados de geoposicionamento, análise de ruído, varredura de densidade, e simulação 3d com base na luz e no ambiente, acredito na autenticidade da imagem, ressaltando ainda os elementos indiretos que me levam a admitir sua veracidade, que são a identidade pública do autor da imagem, sua reputação ilibada, a qualidade do equipamento de registro, seu conhecimento e experiência de observação de objetos aéreos anômalos ou não, somado a ampla disposição para que o material fosse periciado".

Apesar de ter reconhecido a veracidade da imagem, o responsável pleo site Mundo Gump não descarta a possibilidade de o óvni ser alguma espécie de drone ou mesmo algum tipo de balão. Além disso, existe também a possibilidade de ser uma "prova" forjada, ou seja, como se um objeto tivesse sido arremessado propositalmente para o alto. Mas, neste caso, tanto Josef Prado quanto Philipe Kling David deixam claro que acreditam na reputação ilibada do colega e ufólogo Edison Boaventura Jr.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade