Publicidade

Estado de Minas SAúDE

No Verão, problemas nos olhos são mais comuns, sabia?

Sujeira, filtro solar e lente de contato podem causar infecções no globo ocular


postado em 13/02/2017 15:50

Aglomerações nas praias e piscinas são frequentes nesta época do ano e aumentam a incidência de conjuntivite, além de facilitar o olho seco evaporativo e a ceratite, inflamação na córnea que é muito comum em quem usa lente de contato.

De acordo com o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, do Instituto Penido Burnier, em Campinas (SP), a doença mais comum no calor é a conjuntivite, inflamação da conjuntiva, membrana que recobre a esclera, parte branca do olho e a face interna das pálpebras. O especialista lembra que nesta época do ano podem surgir três tipos diferentes de conjuntivite. "A bacteriana é desencadeada pela maior proliferação de bactérias no calor e água contaminada. A viral por conta das aglomerações, diminuição do apetite e queda da imunidade.Já o excesso de filtro solar na região dos olhos responde por 46% da conjuntivite tóxica", esclarece o especialista.

O tratamento de cada tipo de conjuntivite é feito por meio de colírios específicos. Porém, é possível também fazer compressa de água fria nos olhos, quando a secreção for transparente, e morna quando for amarelada. Não desaparecendo os sintomas, procure atendimento médico.

Prevenção

Os sintomas comuns a todos os tipos de conjuntivite são: coceira, lacrimejamento, sensibilidade à luz, pálpebras inchadas, olhos vermelhos. Na bacteriana, a secreção é amarelada; na viral, é viscosa e transparente; e na tóxica, é aquosa.

As principais recomendações do médico para prevenir a contaminação por vírus ou bactérias são:

  • Manter as mãos limpas

  • Não coçar os olhos

  • Evitar aglomerações

  • Não compartilhar colírio, toalhas, fronhas ou maquiagem

Para prevenir a conjuntivite tóxica causada por filtro solar, Leôncio Neto recomenda evitar excessos na região periocular, enxugar o suor ao redor dos olhos com lenços descartáveis e lavar abundantemente sempre que o produto penetrar no globo ocular. Quando a doença já está instalada, a recomendação é interromper o uso próximo aos olhos.

Lentes de contato

O médico alerta que, no Verão, as lentes de contato devem ser substituídas por óculos escuros com grau. O contato com areia, sal e água contaminada, explica o especialista, favorece o surgimento de ceratite, inflamação da córnea, causada pelo acúmulo de sujeira nas lentes.

O calor também pode ressecar a camada aquosa da lágrima e tornar o uso da lente de contato desconfortável. Nosso organismo é composto em 60% por água. Perder 1,5% disso já indica uma leve desidratação, que tem reflexos no corpo todo, inclusive na visão. "Os principais sinais são coceira, ardência, sensação de areia nos olhos, irritação, fotofobia e visão embaçada. Por isso, quem usa lente deve ter um óculos na reserva", comenta Leôncio.

O oftalmologista esclarece as cores de lente dos óculos mais confortáveis, conforme a atividade:

  • Âmbar ou marrom: permitem boa visão de profundidade, além de reduzirem reflexos

  • Cinza: ideal para dirigir em dias nublados porque permite melhor visão de contraste

  • Rosa ou púrpura: indicadas para surfistas por melhorar a visão de contraste em fundos azul ou verde

  • Amarela: para diminuir o ofuscamento de motoristas no lusco-fusco do entardecer

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade