Publicidade

Estado de Minas BEM-ESTAR

Depressão acomete 3% das crianças e jovens entre 0 e 17 anos, sabia?

Especialista fala sobre o papel dos pais e dos professores para ajudar as crianças depressivas


postado em 11/05/2017 13:00

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão é um transtorno mental que acomete mais de 350 milhões de pessoas em todo o mundo. Apesar das pessoas acharem que o problema é comum apenas em adultos, casos em crianças e adolescentes aumentam a cada dia. Dados recentes da OMS mostram que esse transtorno é o principal motivo que afeta as tarefas do dia a dia de jovens de 10 a 19 anos. No Brasil, estima-se que até 3% da população entre 0 e 17 anos tenham algum quadro depressivo.

Uma criança pode ficar tão deprimida quanto um adulto, o grande problema é que, na maioria das vezes, tal comportamento pode ser interpretado de outra forma pelos pais ou responsáveis, prejudicando o aprendizado e a vida social. Segundo a psicopedagoga Ana Regina Caminha Braga, pais e professores devem estar sempre atentos ao comportamento e às emoções dos pequenos. "É muito importante manter uma relação próxima com a criança, ouvindo suas histórias e perguntando como foi seu dia, tentando entender a situação e ajudando a resolver o problema da melhor maneira possível", esclarece a especialista.

Antigamente, crianças com depressão não tinham auxílio adequado, ou profissionais capacitados para dar as devidas orientações. Hoje, como mostra a psicopedagoga, o quadro é outro. Existem especialistas aptos para identificar e diagnosticar o problema, criando programas que ajudem os pequenos a enfrentar tais dificuldades, ajudando na retomada da vida normal. Ainda segundo Ana Regina Braga, crianças com quadro depressivo necessitam de uma ajuda especial para encontrar o prazer em estar em sala de aula. "O professor deve estar atento ao que acontece em sala, ao comportamento dos seus alunos, para poder ajudar de forma adequada cada criança, fazendo com que ela goste e se interesse em estar ali", comenta.

Se você quer evitar que seu filho tenha algum tipo de quadro depressivo, é importante ficar muito atento, pois as crianças desenvolvem muito cedo o autoconceito em relação aos outros. "As crianças precisam de muita atenção. Elogie e incentive quando ela estiver fazendo alguma coisa. Ela precisa entender que é importante, que tem pessoas que gostam dela, que a respeitam e querem seu bem", diz a especialista.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade