Publicidade

Estado de Minas BEM-ESTAR

Quem disse que o travesseiro é apenas um acessório na hora de dormir?

O uso errado do objeto pode causar sérios problemas, como torcicolo e dor de cabeça


postado em 03/05/2017 16:54

Um objeto criado para nos dar conforto na hora de dormir, pode acabar se transformando em verdadeiro "vilão" quando não é usado corretamente. No travesseiro passamos cerca de 1/3 de nossas vidas – durante o sono. Seu uso incorreto pode resultar em vários problemas, como dores, cefaleia, torcicolo e até rigidez muscular, como explica o médico ortopedista Alexandre Paniago, da clínica Arthros.

Segundo o especialista, um dos males mais comuns causados pelo travesseiro é justamente o torcicolo no pescoço. "Esse desconforto é causado por uma contratura muscular ou entorse dos músculos do pescoço, principalmente os da lateral, como o levantador da escápula. No torcicolo, o que acontece é um estiramento demorado deste músculo quando se está dormindo com um travesseiro inadequado", explica o médico.

Já o uso adequado do travesseiro ajuda a alinhar a coluna cervical e o tronco, servindo para relaxar os músculos. Além disso, conforme o especialista, auxilia na melhora da circulação sanguínea.

O médico orienta a usar o travesseiro por até cinco anos, tempo de vida útil do objeto. "Porém, como a maioria dos travesseiros é uma fonte de fungos, ácaros e bactérias, o recomendável é a troca a cada dois anos", ressalta Alexandre Paniago.

O ortopedista lista os travesseiros ideais para cada tipo de pessoa:

  • Viscoelástico: entre os consumidores, esse material é mais conhecido como 'travesseiro da Nasa'. Ele é indicado para quem dorme de lado, tanto virado para a direita quanto para a esquerda

  • Látex natural: o travesseiro feito de látex, geralmente, tem apoio para a cabeça mais baixo ou médio. Ele é adequado para os pacientes que preferem dormir de costas

  • Algodão ou látex: independente do material, o travesseiro mais apropriado para quem dorme de bruços é aquele com altura regulável. Para não forçar a musculatura, é recomendável usar outro travesseiro na altura do abdômen

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade