A menopausa reduz a quantidade de cálcio no corpo das mulheres?

Especialista tira algumas dúvidas sobre esse nutriente essencial para nosso organismo

por Da redação com assessorias 27/11/2017 16:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pexels
Médica fala sobre algumas dúvidas comuns relacionadas ao cálcio, nutriente essencial para o corpo, não apenas para a construção e a manutenção de ossos e dentes (foto: Pexels)
Muito além da prevenção da osteoporose, especialmente para as mulheres, o cálcio é um dos nutrientes fundamentais para nosso organismo. Embora sua função primordial esteja ligada à formação e à manutenção de dentes e ossos, ele também auxilia na contração muscular, na pressão arterial, na coagulação e na transmissão de informações dentro das células. Apesar de sua importância ser amplamente divulgada, ainda existem pessoas que acreditam em algumas informações erradas sobre o nutriente.

Para tirar algumas dúvidas sobre o cálcio, conversamos com a ginecologista Adriana Orcesi Pedro, da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia:

O cálcio é o principal mineral em nosso organismo
Verdade. Segundo a médica, estima-se que de 1% a 2% do peso de um adulto seja composto pelo nutriente, sendo que 99% estão presentes nos dentes e nos ossos.

O leite e seus derivados são as principais fontes de cálcio
Verdade. "O leite e seus derivados são as principais fontes de cálcio, representando 80% de uma alimentação adequada em cálcio, tanto que especialistas recomendam a quem tem osteopenia e osteoporose uma dieta rica nesses alimentos, com pelo menos três porções diárias", explica Adriana.

Suplementos de cálcio não contêm quantidades adequadas do mineral
Mito. A especialista esclarece que a suplementação com cálcio possui a quantidade necessária do mineral, tanto que muitos médicos prescrevem para pacientes que têm déficit do nutriente no organismo.

Leite integral e desnatado têm o mesmo nível de cálcio
Verdade. Um litro de leite desnatado contém a mesma quantidade de cálcio do que a versão integral (1000 mg). "Portanto, o fato de ter menos gordura não interfere no nível do mineral no alimento. Além disso, existem opções dietéticas de leite que são enriquecidas com cálcio", diz a ginecologista.

A menopausa influencia na perda de cálcio nos ossos
Verdade. "As alterações hormonais da menopausa levam à diminuição do nível de estrógeno, que ajuda a proteger os ossos de forma natural. Com isso, há uma desmineralização óssea mais acelerada", explica Adriana Pedro. Para reduzir o risco de osteoporose, muitos médicos recomendam, além de uma dieta rica em cálcio, a ingestão de suplementos desse mineral e de vitamina D durante a terapia de reposição hormonal, principalmente para mulheres que não conseguem manter uma dieta com a quantidade necessária do nutriente.

Alimentos ricos em cálcio são suficientes para manter bons níveis do mineral no corpo
Mito. "Além de incluir alimentos ricos em cálcio no cardápio, é preciso diminuir a ingestão de substâncias que facilitam sua eliminação pela urina. São eles: sódio, açúcar, cafeína, ácido fosfórico, gordura e proteína animal em excesso", alerta a médica. Outro hábito importante é praticar atividades físicas ao ar livre, já que o Sol ajuda na sintetização da vitamina D, facilitando a fixação do cálcio no organismo.

Últimas notícias

Comentários