A Páscoa está chegando: não dê chocolate para seu pet

A guloseima pode causar reações graves nos bichinhos

por Da redação com assessorias 09/03/2018 14:11

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Quando chega a Páscoa, época em que as pessoas costumam trocar ovos de chocolate, muitas famílias tendem a ficar com pena de seus bichinhos de estimação e acabam dando algum tipo de doce para o pet. Porém, essa atitude, que parece inofensiva, pode representar um risco enorme para o animal, chegando até a causar a morte do animal.

Qualquer doce já é perigoso para o bicho de estimação, mas o chocolate pode causar danos mais graves se for ingerido pelo pet. "O chocolate meio amargo é o pior entre os mais consumidos pelas pessoas por conter maiores níveis de teobromina, que não é digerida da mesma forma no organismo do animal", alerta a veterinária Gisele Starosky, da Fórmula Animal. É importante salientar que os bichinhos não conhecem o sabor do chocolate, por isso, os donos não devem, em hipótese alguma, oferecer a guloseima para cães e gatos, mesmo durante a época festiva.

Nos cachorros, a reação causada pelo consumo de teobromina pode variar entre o aumento da temperatura corporal e dos batimentos cardíacos até diarreia e vômito. Já nos gatos, os problemas podem ser mais graves e levar até à morte do felino.

Para quem insiste em fazer um "agrado" para os animaizinhos durante a Páscoa, as lojas especializadas em produtos pets possuem diversas opções de "guloseimas" destinados exclusivamente para serem consumidas por cachorros e gatos – incluindo ovos de "chocolate".

Últimas notícias

Comentários