Adotar um cachorro adulto traz muitas vantagens

Uma delas é que não o pet já saberá onde fazer as necessidades

por Da redação com assessorias 24/05/2018 10:48

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Todo mundo sabe que existem milhões de cachorros abandonados no Brasil. Apesar das inúmeras campanhas de adoção realizadas pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Belo Horizonte e por entidades protetoras dos animais, muitos tutores em potencial ainda preferem adquirir animais de raça, em especial as "da moda". Além disso, os que aceitam levar um cãozinho de rua para casa, só escolhem filhotes. Mas, poucos sabem que o pet adulto traz inúmeras vantagens para as famílias.

"Os cães adultos são muito companheiros e ficam muito 'gratos' quando ganham um novo lar. Eles vão 'agradecer' por toda a vida", comenta Douglas Gouvea, que fornece serviço de adestramento pela GetNinjas.

Segundo o especialista, quando o cão adotado é adulto, costuma dar menos trabalho para se adaptar à nova casa em comparação com um filhote. O animal recém-nascido, ao ser desmamado, passa vários dias "chorando" a falta da mãe. O tutor precisa de muita paciência e carinho. Outro ponto que precisa ser levado em conta é que os cãezinhos estão em fase de aprendizagem e não sabem onde fazer as necessidades. Portanto, os donos necessitam de tempo disponível para ensinar as "boas maneiras" e para brincar e gastar a energia do filhote. Já um cão adulto não tem tanta energia e está mais acostumado a passar um tempo sozinho, além de aprender rapidamente o local certo de fazer as necessidades. Na maioria das vezes, eles mesmos procuram pelo lugar ideal.

Outra grande vantagem de adotar um animal adulto, conforme Douglas Gouvea, é que ele já é adotado com o corpo no tamanho real. Muitas vezes, quando o pet não tem raça definida, é difícil dizer se o porte dele é pequeno ou não – pode crescer mais que o esperado. Essa preocupação não existe quando o cão já está formado e que poderá ser compatível com o espaço físico do novo lar.

O adestrador lembra ainda que o temperamento do cachorro adulto também já está formado, o que facilita a vida dos donos. Ao procurar uma instituição para adotar o pet, o indicado é conversar com os responsáveis e explicar questões como rotina da casa, espaço físico e tempo disponível para dar atenção para o bichinho. Com isso, será possível encontrar o animal que melhor se adequará ao tutor. Por exemplo, com criança pequena em casa, o ideal é um animal mais calmo. Já se o espaço da casa for grande e precisar de um cão de "guarda", pode preferir um de porte maior ou mais agitado.

Para quem trabalha muitas horas por dia e quase não fica em casa, o ideal mesmo é levar um cão adulto para casa. "Os filhotes precisam de cuidado intensivo nos primeiros meses já os adultos logo se adaptam e esperam o novo dono com o rabinho abanando. A adoção de um cão adulto é uma ótima escolha e a adaptação é super rápida", afirma Michelle Araújo, sócia de Douglas Gouvea.

Últimas notícias

Comentários