Energético pode ajudar a tratar a infertilidade masculina?

Cientistas descobriram que falta de taurina é um perigo para os espermatozoides

por João Paulo Martins 11/05/2018 16:52

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Red Bull/Divulgação
(foto: Red Bull/Divulgação)
Uma pesquisa realizada pela Universidade de Tsukuba, no Japão, em parceria com a Universidade de Cornell, em Nova Iorque (EUA), descobriu que homens com deficiência do aminoácido taurina, muito presente nos energéticos, são mais propensos a se tornarem inférteis. Os cientistas avaliaram que os ratos que não ingeriam regularmente essa substância tiveram uma maior probabilidade de se tornarem estéreis – seus espermatozoides tinham deformação nas "caudas".

Publicado no periódico científico da Federação Europeia de Sociedades de Bioquímica, o estudo comprovou que os roedores que recebiam suplementação de taurina, que pode ser encontrada naturalmente na carne e em alguns vegetais, incluindo leguminosas e nozes, conseguiram recuperar a funcionalidade dos gametas masculinos.

Conforme os especialistas, os espermatozoides precisam de uma proteína intitulada cisteína dioxigenase, responsável pela criação da taurina, já que não são capazes de sintetizar a substância por conta própria. Portanto, os gametas absorvem o componente quando saem do escroto, onde são produzidos, e seguem pelo canal deferente até o momento da ejaculação. "O processo de absorção parece ser uma importante estratégia de sobrevivência para os espermatozoides durante a fertilização, já que os gametas maduros não podem produzir proteínas por conta própria. As descobertas nos convenceram de que a taurina era essencial para o processo de fertilização, mas ainda tínhamos que descobrir o que exatamente a taurina estava fazendo nos espermatozoides", comenta o pesquisador japonês Ai Ushiyama, co-autor do estudo, que conseguiu mostrar que os gametas retiram a taurina justamente do canal genital masculino.

Ainda não se sabe ao certo quantos homens sofrem com a deficiência desse aminoácido, mas, os cientistas alertam que pessoas com transtorno de ansiedade; que sofrem de gota (excesso de ácido úrico no sangue); com obesidade; ou que tenham insuficiência renal são conhecidas por terem níveis mais baixos do componente essencial para a fertilidade masculina.

Como a alimentação é a froma mais eficaz de suprir o organismo da proteína cisteína dioxigenase, veganos e vegetarianos podem estar mais propensos à falta da taurina, já que a carne vermelha é considerada pelos estudiosos como a principal fonte desse nutriente. Mas, curiosamente, a substância costuma ser um dos principais ingredientes das bebidas energéticas vendidas no mercado, como Red Bull, Burn e Monster.

O problema, de acordo com os pesquisadores, é que não se deve usar esse tipo de bebida rica em cafeína como suplementação do aminoácido, já que ela pode trazer vários riscos para o organismo.

Últimas notícias

Comentários