Estilista brasileiro esteve no tapete vermelho do MetGala

A apresentadora americana Giuliana Rancic usou Vitor Zerbinato

por Deborah Morais 08/05/2018 12:55

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Instagram/giulianarancic/Reprodução
A apresentadora americana Giuliana Rancic, do programa Fashion Police, usou um vestido assinado pelo estilista brasileiro Vitor Zerbinato, no jantar MetGala, em Nova Iorque (foto: Instagram/giulianarancic/Reprodução)
Aconteceu ontem, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, um dos eventos mais importantes do mundo. O baile de gala MetGala, do Costume Institute, galeria dedicada à história e à cultura de moda, pertencente ao Metropolitan Museum, que fica na "capital do mundo", reuniu figuras poderosas do universo pop, do mundo fashion e até da política.

O evento celebra uma exposição que traz peças de grandes estilistas, formando uma linha do tempo histórica dentro de um tema que sempre permeou a moda. Em 2018, o título da mostra é Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination ou, em português, Corpos Celestiais: Moda e a Imaginação Católica. Junto com criações de estilistas renomados como Dolce & Gabbana, Balenciaga e Versace, estão obras sacras, afrescos renascentistas e vestes eclesiásticas que nunca foram vistas fora do Vaticano.

Os convidados, aliás, causam tanta (ou até mais) comoção do que as preciosidades expostas. E, pela primeira vez, a moda brasileira vestiu uma das estrelas do tapete vermelho do MetGala. A apresentadora Giuliana Rancic, do canal E! Entertainement Television, vestiu um longo preto do estilista Vitor Zerbinato. Ela está à frente do programa Fashion Police, no qual entrevista e analisa os looks dos famosos. Por isso, é uma das figuras de grande visibilidade no evento. A peça usada por Rancic é de veludo com decote ombro a ombro, com saia em efeito cascata. Importante lembrar que Zerbinato já vestiu outras celebridades internacionais, como as atrizes Sharon Stone e Felicity Huffman.

Últimas notícias

Comentários