Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Existe uma seita que acredita que Jesus Cristo veio de Vênus

Para a Sociedade Etérea, o messias dos cristãos não nasceu do ventre de Maria


postado em 02/05/2018 17:03 / atualizado em 02/05/2018 17:18

Entre todas as histórias contadas no mundo, a de Jesus Cristo, certamente, é uma das mais conhecidas. De acordo com a Bíblia – o livro sagrado do cristianismo –, ele é o filho de Deus e nasceu há mais de dois mil anos, em Israel, de forma milagrosa, para salvar a humanidade. Porém, uma organização religiosa criada na Inglaterra em 1954, chamada Aetherius Society (Sociedade Etérea), possui uma outra versão para a origem de Jesus.

Segundo matéria publicada pelo tabloide britânico Daily Star, essa seita afirma que, na verdade, o filho de Deus dos cristãos seria um alienígena proveniente do planeta Vênus. Ao invés de nascer do ventre da mulher chamada Maria, como prega a Bíblia, ele teria chegado à Terra a bordo de uma espaçonave que aterrissou na montanha Holdstone Down, na cidade de Ilfracombe, no sul da Inglaterra. Só após essa aterrissagem ele teria partido para o Oriente Médio fazer sua pregação, de acordo com a Aetherius.

A Sociedade Etérea foi fundada por um homem chamado George King que, em 1958, supostamente, teve um encontro com Jesus Cristo na mesma formação rochosa em que o messias teria chegado à Terra quase dois milênios antes. Ainda segundo a história contada pela Aetherius, nesse dia, seu fundador, que morreu em 1997, foi nomeado, por Jesus, como representante terreno de um suposto "parlamento interplanetário".

Anualmente, os seguidores da seita inglesa fazem uma peregrinação à montanha Holdstone Down, que consideram sagrada por ter sido o local do hipotético encontro de George King com Jesus Cristo. Em 2018, a "procissão" está marcada para ocorrer no dia 28 de julho, de acordo com o Daily Star.

Mestres do espaço

O site da Aetherius Society descreve a organização como uma "irmandade espiritual mundial dedicada à salvação e à iluminação espiritual da humanidade". Ainda conforme a seita, sua "crença-chave" é a de que, além de Cristo, outros ícones religiosos adorados por milhões de pessoas no mundo, como Krishna (no hinduísmo) e Buda (no budismo), também seriam oriundos de outros planetas.

Mesmo discordando da versão mais conhecida sobre a origem desses deuses, contidas na Bíblia e nos demais livros considerados sagrados, a Sociedade Etérea reforça que a organização "não visa substituir os ensinamentos legados à humanidade por esses mestres".

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade