Saiba como deve ser a personalidade de futuros colonizadores de Marte

Um estudo americano mostra quais aspectos psicológicos são necessários para futuras missões ao Planeta Vermelho

por João Paulo Martins 01/06/2018 09:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.


Pixabay
(foto: Pixabay)
Sabemos que existem planos para a colonização do planeta Marte, mas, além da condição física dos astronautas que participarão dessa empreitada, que pode durar de 150 a 300 dias, dependendo da velocidade da espaçonave e do alinhamento entre a Terra e nosso vizinho, é preciso também ter os traços corretos de personalidade. Um estudo publicado na revista oficial da Associação Psicológica Americana, dos Estados Unidos, avaliou quais as características psicológicas que são necessárias para os candidatos que viajarão até Marte.

De acordo com o artigo, elaborado por um grupo de psicólogos americanos, as habilidades mais importantes que o membro da missão espacial de longa duração deve ter são a capacidade de resistir e lidar adequadamente com o estresse; ter um bom senso de humor; e saber trabalhar em equipe. Os pesquisadores salientam que um ambiente positivo na equipe permitirá que futuros colonizadores resolvam a maioria dos problemas que possam ocorrer tanto a bordo da nave espacial, quanto na colônia instalada no Planeta Vermelho. Ainda segundo os psicólogos, em alguns casos, esses traços de personalidade podem ser até mais importantes para o membro da tripulação do que a saúde física.

"Os astronautas sabem que será um desafio manter um trabalho de equipe eficaz durante a missão a Marte. As habilidades de trabalho em equipe são extremamente importantes para o sucesso dessas futuras missões, especialmente porque as equipes ficarão isoladas do suporte em tempo real do pessoal de controle da missão na Terra", afirmam os cientistas no estudo.

Ao mesmo tempo, a missão de colonização também exigirá alguns sacrifícios. Os primeiros colonizadores de Marte terão que renunciar à reprodução e a todos os tipos de relações íntimas. Isso porque as condições estruturais do nosso vizinho podem influenciar de modo negativo o processo de fertilização e da gestação. O problema, conforme os pesquisadores, é que a existência de uma colônia seria impossível sem a reprodução. Por isso, os próprios colonizadores terão de ser capazes de solucionar esse dilema.

Missões

Em setembro de 2017, o visionário empresário sul-africano Elon Musk, fundador das empresas Tesla (veículos elétricos) e SpaceX (exploração espacial), publicou, em suas redes soicais, imagens que simulavam o processo de colonização de Marte. No vídeo, é possível ver como a nave espacial, batizada de Sistema de Transporte Interplanetário, projetada para colonizar o Planeta Vermelho, decola da Terra, segue em direção ao nosso vizinho e aterrissa com sucesso.

Segundo o dono da SpaceX, em 2022 eles pretendem enviar duas naves de carga para Marte e, dois anos depois, serão efetuados outros quatro voos: dois carregados com aparelhos e duas naves com astronautas. Musk afirma ainda que sua espaçonave será capaz de transportar mais de 100 pessoas. O empresário ressalta que o objetivo das primeiras expedições será procurar água no Planeta Vermelho para produzir combustível e criar a infraestrutura básica para a próxima etapa da colonização.

A Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) também já informou publicamente que pretende colonizar Marte, mas isso deve acontecer somente depois do ano 2030.

(com Agência Sputnik)

Últimas notícias

Comentários