Idosos precisam caminhar e também fortalecer os músculos

Agência britânica alerta para o risco de quedas na terceira idade

por Marcelo Fraga 10/07/2018 08:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Nós sempre ouvimos falar que alguns minutos diários de caminhada são suficientes para prevenir diversas doenças, entre elas a hipertensão – que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é uma das principais causas de morte no mundo. De fato, caminhar ajuda a manter a saúde em dia, mas um estudo científico recente, divulgado pelo jornal britânico The Guardian, alerta que também são precisos outros tipos de atividades físicas para uma vida saudável a longo prazo.

De acordo com pesquisadores da Public Health England (agência de saúde pública do Reino Unido), aumentou o interesse das pessoas em praticar caminhada buscando melhorar ou manter a saúde, porém, a população está se esquecendo de realizar atividades de fortalecimento muscular, que são extremamente importantes para prevenir os tombos na terceira idade. "Cresceu a compreensão das pessoas de que andar mais e fazer atividade aeróbica ajuda a manter o ritmo cardíaco, mas a necessidade de realizar duas sessões de exercício de força e equilíbrio por semana tem sido o principal conselho quando se trata de saúde pública", afirma Louise Ansari, pesquisadora do instituto Ageing Better, participante do estudo britânico, em entrevista para o The Guardian.

A Public Health England ressalta que a baixa força muscular aumenta em 76% o risco de queda nas pessoas mais velhas. Este malefício pode ser minimizado por meio de atividades que visam fortalecer a musculatura. Além disso, exercícios de força e equilíbrio também podem contribuir para melhorar o humor; aumentar os níveis de energia; regular os ciclos de sono; e até reduzir o risco de morte prematura, destaca a agência.

Alerta

O jornal britânico recorda que, em 2011, entidades médicas do Reino Unido criaram uma cartilha contendo exercícios e orientações sobre a importância das atividades físicas para a saúde. Entretanto, em 2016, um levantamento realizado pelo governo britânico descobriu que apenas 66% dos homens e 58% das mulheres estavam seguindo as recomendações e realizando regularmente as atividades aeróbicas. Dentre estas pessoas, somente 31% do sexo masculino e 23% do feminino estavam praticando exercícios de fortalecimento muscular conforme recomendação das entidades médicas. Outro problema encontrado pela pesquisa governamental é que os índices eram ainda menores entre as pessoas com mais de 65 anos.

Recomendações

Segundo a pesquisadora Louise Ansari, as atividades físicas mais recomendadas para o fortalecimento muscular são os esportes, em geral, e as danças. Ainda na entrevista para o The Guardian, ela cita os treinamentos de levantamento de peso e a caminhada nórdica, que tem como característica longos percursos e o auxílio de bastões, como práticas ideais para a terceira idade.

Ansari lembra que o tipo de exerício físico escolhido varia de pessoa para pessoa. "Se você é um adulto razoavelmente apto e pratica caminhada, também pode fazer ioga ou tai chi chuan, ou, ainda, esportes de raquete ou treinamentos de resistência. É importante fazer duas longas sessões dessas atividades por semana", comenta a cientista ao jornal.

O conselho de realizar atividades de fortalecimento muscular não serve apenas para as pessoas de mais idade, uma vez que nossos músculos chegam ao seu auge por volta dos 30 anos e, logo aos 40, já começam a enfraquecer, alerta a Public Health England.

Últimas notícias

Comentários