Fungo transforma mosca em 'zumbi'

Estudo descobre que micro-organismo afeta o sistema nervoso do inseto

por Encontro Digital 02/08/2018 15:48

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Estudo americano descobriu que o fungo Entomophthora muscae infecta a mosca Drosophila, comum em frutas, e a transforma numa espécie de "zumbi" (foto: Pixabay)
Uma equipe de biólogos da Universidade da Califórnia em Berkeley, nos Estados Unidos, descobriu que o fungo Entomophthora muscae, que afeta as moscas, é capaz de transformar as Drosophilas (muito comuns nas bananas) numa espécie de "zumbi". Os resultados da curiosa pesquisa foram publicados na revista científica Science Daily no dia 31 de julho deste ano.

A descoberta é fundamentada em eventos que aconteceram em 2015. Na época, a bióloga Carolyn Elya deixou uma melancia na varanda de seu apartamento. Quando retornou depois de determinado tempo, ela reparou que havia moscas voando em torno da fruta, que estava começando a entrar em processo de putrefação. A cientista supôs que os insetos poderiam estar infectados por algum tipo de micro-organismo capaz de manipular o comportamento deles. Com isso, Carolyn os levou para o laboratório com o propósito de estudá-los minuciosamente.

A cientista trabalhou com o professor assistente Michael Eisen e descobriu que, ao infectar a mosca Drosophila, o fungo se mantém na hemolinfa por causa dos nutrientes, depois começa a devorar a gordura corporal e o estoque energético. Além disso, a bióloga concluiu que os fungos penetram no sistema nervoso das moscas nos estágios iniciais da infecção. Esse conhecimento pode ser fundamental para entender o modo como os fungos alteram o comportamento dos insetos.

"Existem vários exemplos de micro-organismos, como bactérias, fungos e protozoários, que manipulam o comportamento dos animais, mas ainda não compreendemos como esses organismos 'atacam' o sistema nervoso de suas vítimas", explica a autora da pesquisa no artigo recém publicado.

Agora que a Drosophila foi estudada em detalhes, Carolyn Elya pode ter uma melhor compreensão do funcionamento da "manipulação".

Vale lembrar que o Entomophthora muscae foi descoberto há 160 anos e é conhecido como "destruidor de insetos".

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários