Furnas quer investir na energia eólica

A empresa pretende investir R$ 5 bilhões na energia limpa

por Encontro Digital 02/08/2018 14:57

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Segundo informação divulgada pela Furnas Centrais Elétricas, a empresa  pretende aumentar em mil megawatts (MW) sua participação na produção de energia eólica (dos ventos) em sua matriz energética e, para isso, deve investir R$ 5 bilhões até o ano de 2022.

A empresa também pretende colocar energia solar em todos os seus três parques eólicos e em algumas de suas 21 usinas hidrelétricas, inclusive a de Itumbiara, que é a maior usina hidrelétrica da subsidiária da Eletrobras, com capacidade instalada de 2.082 MW a partir de seis unidades geradoras.

As unidades eólicas funcionariam como geração completar ao Sistema Furnas, que opera, além das 21 usinas hidrelétricas, duas termelétricas, três parques eólicos, e tem mais de 29 mil km² de linhas de transmissão.

Possui ainda 55 subestações próprias, com capacidade de transformação de 110.721 Megavoltampére (MVA), além de 27 subestações sob o regime de parceria, totalizando 136.487 MVA de capacidade de transformação nas 82 subestações.

Por meio de comunicado enviado à imprensa, Furnas admite que "está estudando implementar geração solar complementar em todos os seus parques eólicos e também em algumas usinas e que, em alguns casos, as medições solarimétricas [mapeamento do comportamento dos dados disponíveis na superfície da terra a partir de uma metodologia de estimativa da radiação solar para a região em estudo] já estão, inclusive, em andamento e bastante adiantadas em alguns empreendimentos, como é o caso do Parque de Itaguaçu da Bahia, atualmente em construção".

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários