Será que Daryl poderá ter um romance com Jesus, em The Walking Dead?

Em 2014, o criador da série deixou no ar a dúvida sobre a sexualidade do misterioso personagem

por João Paulo Martins 10/02/2017 16:29

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Pirate Dog Music Videos/Reprodução
Produtor da série The Walking Dead esclarece a hipótese de que os personagens Daryl (Norma Reedus) e Jesus (Tom Payne) possam ter um relacionamento homossexual (foto: YouTube/Pirate Dog Music Videos/Reprodução)
Quem acompanha os quadrinhos da série de sucesso The Walking Dead, exibida na TV por assinatura pelo canal Fox, sabe que o personagem Paul "Jesus" Rovia, vivido por Tom Payne, que é um dos sobreviventes residentes na colônia Hilltop, é homossexual assumido. Porém, na telinha, sua sexualidade ainda não foi revelada. Assim como a do misterioso Daryl Dixon (Norma Reedus), um dos principais membros do grupo comandado pelo policial Rick Grimes (Andrew Lincoln). Em 2014, o produtor e criador da série, Robert Kirkman, chegou a levantar a possibilidade de Daryl ser gay.

"Tudo o que eu posso dizer é que isso tem sido discutido. Temos ideias bem específicas sobre a sexualidade de Daryl. E se houver algum momento mais calmo na série de TV, onde ele não esteja constantemente ocupado com os zumbis… Abordaremos esta questão", disse Kirkman em entrevista divulgada na época.

Com isso, os fãs da série Walking Dead logo criaram a hipótese de que Jesus e Daryl poderiam vir a formar um casal ou ter um romance em meio ao mundo apocalíptico. Quem acompanha os episódios sabe que os dois passaram a trabalhar do "mesmo lado" na luta contra o tirano Negan (Jeffrey Dean Morgan), líder dos chamados Saviors (salvadores).

Porém, para "tristeza" dos fãs, o supervisor de efeitos e produtor da série, Greg Nicotero, em uma sessão de perguntas e respostas realizada num cruzeiro marítimo temático de Walking Dead, negou que haja qualquer possibilidade de um romance homossexual entre os dois personagens. "Não! Se eu pudesse colocar mil exclamações depois disso, então é 'Não! Não! Não!'", afirma Nicotero.

O produtor explica que Daryl tem uma ligação forte com outros personagens icônicos da série e que essa relação deve ser explorada nas demais temporadas. Neste caso, questionado se o "caipira" poderá, então, ter um relacionamento com Carol (Melissa McBride), ele não responde, mas também não nega. "Caso haja disponibilidade [de Daryl] para um interesse amoroso", completa Greg Nicotero.

Assista, abaixo, ao trailer (em inglês) do final da 7ª temporada da série The Walking Dead, que retorna no domingo, dia 12 de fevereiro:

Últimas notícias

Comentários