Publicidade

Estado de Minas TV

Sky pode perder canais importantes como o Cartoon Network

Operadora de TV por assinatura não estaria conseguindo renovar o contrato com a Turner, donas dos canais de maior audiência


postado em 06/12/2017 08:40 / atualizado em 14/12/2017 18:24

Canais tradicionais da TV por assinatura, como o Cartoon Network, especializado em desenhos; TNT, Warner e Space, de filmes e séries; além do Esporte Interativo, podem deixar de ser exibidos como parte da grade de programação da Sky, a segunda maior operadora de canais fechados do Brasil, com mais de 5,2 milhões de usuários.

Isso pode ocorrer porque a Turner – gigante americana da área de entretenimento e proprietária desses canais – e a Sky estão renegociando o contrato entre as partes e podem não chegar a um acordo. Caso não assinem o aditamento, o Cartoon e demais canais da Turner deixariam de ser exibidos no dia 1º de janeiro. Essa possibilidade já foi repassada pela operadora aos clientes, por meio de comunicado divulgado como mensagem que vem sendo exibida nos receptores, seguindo determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) – qualquer troca, exclusão ou acréscimo de canal precisa ser anunciado com 30 dias de antecedência.

Tanto a Sky como a Turner enviaram notas de esclarecimento ao site Observatório da Televisão, que faz parte do portal Uol, confirmando a fase de renegociação do contrato, porém sem dar maiores detalhes.

No entanto, segundo o Observatório da Televisão, estaria ocorrendo um imbróglio porque a empresa americana vem pleiteando um valor mais alto para a renovação do contrato com a operadora e a cosnequente mantutenção dos canais na grade. Ainda de acordo com o site, a Sky, por sua vez, não concorda em aumentar o repasse para a Turner e se diz em momento de crise.

A principal desculpa da Turner para o aumento do valor do contrato diz respeito à audiência de seus canais. O Cartoon Network, o TNT e o Space figuram entre os 10 maiores no ranking de audiência da TV paga no Brasil, sendo que a emissora especializada em desenhos é líder absoluta.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade