Globo perde ação judicial para ex-BBB

Aline Silva, do Big Brother Brasil 2005, pediu a retirada da internet de todas as matérias sobre sua participação no reality

por Encontro Digital 22/01/2018 16:20

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/Reprodução e GShow/Reprodução
A ex-BBB Aline Silva, que hoje trabalha como carteira, ganhou na justiça o direito a ter retiradas da internet todas as matérias sobre sua participação no reality show da Globo (foto: Facebook/Reprodução e GShow/Reprodução)
Você lembra da edição 2005 do Big Brother Brasil (BBB)? Muitos fãs do reality show da TV Globo acreditam que a 5ª temporada foi a melhor, devido à participação de nomes que, hoje, fazem sucesso nas carreiras que escolheram: a atriz Grazi Massafera e o deputado federal Jean Wyllis. O programa também chamou a atenção pelo AVC sofrido pela participante Marielza, de 54 anos, que foi substituída pela carioca Aline Cristina Silva.

Agora, essa edição voltou a chamar a atenção porque a ex-BBB Aline ganhou um processo contra a Globo no Tribunal de Justiça de São Paulo. A ex-participante, que, hoje, trabalha como carteira, pediu que a emissora carioca retirasse da internet, em especial do extinto site de celebridades Ego, todo o material relacionado à ela, especialmente as matérias. Depois de ter sido julgada improcedente na 1ª instância, a causa recebeu parecer favorável do juiz Alcides Leopoldo da Silva. "Mesmo a pessoa pública tem direito à preservação de sua vida privada e muito mais aquela que abandonou a exposição pública e a notoriedade, não se evidenciando o interesse jornalístico atual na divulgação de fatos passados e presentes da autora, que como afirmado lhe causaram danos ao seu relacionamento familiar, pessoal e profissional", diz o magistrado no acórdão publicado no dia 11 de janeiro.

Além de ter de retirar da web o conteúdo que ainda existe sobre Aline Silva, a Globo ainda terá de pagar uma indenização de R$ 20 mil por danos morais. A ex-BBB apelou para o Marco Civil da Internet para pedir a "limpeza" das informações sobre sua participação no reality show global em 2005.

A assessoria de imprensa da emissora fundada pelo jornalista Roberto Marinho não se pronunciou sobre o caso.

Últimas notícias

Comentários