Publicidade

Estado de Minas MINAS

Dona Lucinha lança nova edição de seu famoso livro de receitas

A empresária é um dos principais nomes da gastronomia de Minas Gerais


postado em 27/04/2018 12:57 / atualizado em 27/04/2018 13:39

Aos 86 anos, ela é considerada um dos principais nomes da gastronomia de Minas Gerais, tendo, inclusive, reconhecimento internacional. Maria Lúcia Clementino Nunes, mais conhecida como Dona Lucinha, abriu os segredos de seus disputados pratos pela primeira vez em 2001, quando, juntamente com sua filha, a historiadora Marcia Nunes, lançou o livro A História da Arte da Cozinha Mineira por Dona Lucinha. A obra ganhou, inclusive, versão em inglês, tamanho o renome da autora fora do país.

Agora, no dia 3 de maio, será lançada na matriz dos seus restaurantes, localizada na rua Padre Odorico, na Savassi, mais uma edição desse clássico livro de receitas. Em sua 5ª edição, o exemplar se mantém atual e traz uma novidade que encartou as primeiras edições: um manuscrito com dicas e uma receita, que remete ainda mais aos cadernos herdados de nossas avós.

Atualmente à frente da casa onde tudo começou, das três que carregam o nome de sua mãe – duas em BH e um em São Paulo, Marcia se dedica integralmente a levar a frente o propósito da matriarca da família de fomentar a comida mineira de raiz. "Me sinto orgulhosa de ser guardiã da beleza dessa tradição que dona Lucinha buscou perpetuar", conta a historiadora.

Carregada de história e nostalgia e ilustrado com belíssimas fotos de Miguel Aun, a publicação narra um pouco da trajetória e registros da história e hábitos da culinária tradicional, além das preciosas receitas. Nome maior da cozinha no estado, nascida no Serro e empresária desde 1990, quando abriu as portas de seu primeiro restaurante, Dona Lucinha já foi homenageada até na Marquês de Sapucaí, no Carnaval do Rio de Janeiro. Em 2015, ela foi inspiração de um enredo da escola de samba Salgueiro, que homenageou os sabores e saberes da comida de Minas. Em seu vasto currículo também constam viagens feitas como representante do estado a países como Estados Unidos e Itália.

(com assessoria de comunicação da secretaria de estado de Cultura de Minas Gerais)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade