Publicidade

Estado de Minas BEM-ESTAR

Maçã é rica em nutrientes e ajuda na 'autolimpeza' do organismo

A fruta é rica em componentes antioxidantes e anticancerígenas


postado em 16/05/2018 12:55 / atualizado em 16/05/2018 13:22

(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)
Associada ao fruto proibido da Bíblia, a maçã é uma das frutas mais consumidas e cultivadas do mundo. Ela é originária da Ásia e acompanha a humanidade desde o período Neolítico (entre 10.000 a.C. e 3.000 a.C.). "Ao longo da história, inúmeros estudos têm comprovado os vários benefícios da maçã, especialmente devido às suas propriedades antioxidantes e anticancerígenas. Estes benefícios devem-se à quantidade de polifenóis e flavonoides presentes especialmente na casca, substâncias que combatem os radicais livres e ajudam a retardar o envelhecimento, porque preservam as células", explica a nutricionista Vanessa da Veiga, da Yakult do Brasil.

Uma pesquisa desenvolvida pela Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, constatou que a combinação de fitonutrientes encontrados na polpa e na casca da fruta é uma importante fonte de antioxidantes, pois evita que os radicais livres presentes no organismo causem danos aos tecidos e às células. Análises de células de câncer de cólon e de fígado foram tratadas com extrato de maçã e demonstraram que a proliferação das células foi inibida.

Vanessa lembra que a maçã contém ainda vitaminas B1, B2 e B3 (niacina), sais minerais, fósforo e ferro, e é rica em pectina, uma fibra solúvel que ajuda a manter saudável a flora intestinal, além de facilitar a saída do bolo fecal. "Outro componente da fruta é a quercetina, um flavonoide natural que possui propriedades anti-inflamatórias, anticarcinogênicas, atuando no sistema imunológico, antiviral, antialérgica e de proteção cardiovascular, por prevenir o aumento das taxas de colesterol e manter os níveis ideais de glicose e triglicerídeos", comenta a nutricionista.

Os benefícios da fruta que "tirou" Adão e Eva do paraíso é considerada também um "alimento detergente", que ajuda a manter a boa higiene bucal, promovendo a autolimpeza nos dentes, evitando a formação de placas bacterianas que causam cáries e problemas na gengiva.

Ainda conforme a especialista, a maçã contém 85% de água e aproximadamente 60 calorias a cada 100 g da fruta, o que faz dela uma excelente opção para pessoas que precisam manter o peso em dia. "A pectina aumenta a sensação de saciedade, por retardar o esvaziamento gástrico, e a excreção de gorduras nas fezes, e dificulta a absorção da glicose, controlando a glicemia. Outra vantagem é a versatilidade para o transporte e o consumo fora de casa, assim como o preço, que é acessível para a grande maioria da população", completa Vanessa da Veiga.

Para quem não sabe, existem milhares de espécies de maçãs no mundo, mas as mais cultivadas e vendidas no Brasil são a gala, a golden e a fuji. Por necessitarem de baixas temperaturas para obter uma abundante floração, as regiões produtoras da fruta se cocnentram nos estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade