Saiba quais alimentos devem ser evitados após os exercícios físicos

Será que pode tomar bebida isotônica no pós-treino?

por Marcelo Fraga 27/07/2018 12:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Todos sabemos que uma alimentação adequada é fundamental para manter a saúde, ainda mais para quem pratica atividades físicas regularmente. Pessoas que se exercitam devem ter atenção com o que comem antes e, também, depois das sessões de treino. Sobre isso, a versão britânica do site da revista Cosmopolitan publicou uma reportagem com sete alimentos que devem ser evitados após o término dos exercícios.

As dicas são da nutricionista Amy Wright, que é especialista em nutrição integrativa (leva em conta os aspectos físico, mental/emocional, social e espiritual).

Proteína em pó
A especialista diz que as proteínas são essenciais no pós-treino, mas é necessário tomar cuidado com as que são vendidas em pó, pois algumas possuem níveis elevados de açúcar. Já as bebidas de proteína vendidas prontas devem ser evitadas porque podem conter produtos químicos prejudiciais à saúde, como conservantes.

Barras de cereal
As famosas barrinhas de cereal também estão na mira da nutricionista. Ela afirma à Cosmopolitan que o melhor é optar por barras que não possuem listas extensas de ingredientes e evitar as que têm adoçantes artificiais, sobretudo o aspartame. "Uma boa regra é que, se você não reconhece um ingrediente, seu corpo também não", Comenta Amy Wright. Para quem não tem muito tempo para se alimentar após os treinos, o ideal, segundo ela, é comer nozes ou uma banana, ao invés das barrinhas.

Refeições com pouco carboidrato
Ao finalizar uma atividade física, a ingestão de carboidratos é essencial, conforme explica a especialista em nutrição integrativa. Portanto, é preciso fugir da "armadilha" que é o hábito de não consumir carboidratos no pós-treino. O ideal é ingerir frutas como morango, banana, mirtilo e kiwi, além de grãs integrais e legumes. Por outro lado, é importante evitar pães comuns, massas e outros produtos à base de farinha branca, alerta Amy Wright.

Isotônicos
As famosas bebidas isotônicas são quase sempre representadas nas propagandas como ideais para matar a sede após a prática de exercícios. Entretanto, a nutricionista não recomenda a ingestão desse tipo de produto. "Deve-se evitar bebidas esportivas, pois, geralmente, possuem níveis altos de açúcar, adoçantes ou outros produtos químicos. Esse tipo de líquido é necessário somente para os atletas profissionais, que praticam esportes de alto rendimento, como os maratonistas", explica a especialista, que recomenda a ingestão de água de coco como opção saudável de bebida após as sessões de treino.

Alimentos salgados
Amy diz que é normal sentir vontade de comer alimentos salgados após praticar uma atividade física. De acordo com ela, isso acontece porque o corpo perde potássio durante as práticas esportivas. "Ao invés de procurar batatas fritas, por exemplo, coma uma banana", recomenda a nutricionista.

Frituras
"É importante lembrar que o exercício é um fator estressante, por isso, devemos procurar comer uma refeição pós-treino que inclua micronutrientes e ingredientes que alimentam e cuidam do nosso corpo", destaca a especialista, reforçando que as frituras e as comidas de redes de fast-food devem ser evitadas, pois são alimentos com poucos nutrientes e altos níveis de gorduras trans, que são prejudiciais à saúde.

Cafeína
Bebidas como o café são uma boa pedida antes dos treinos, mas não após finalizá-los, orienta Amy Wright. A especialista explica que a cafeína aumenta os níveis de cortisol (hormônio do estresse). Portanto, se consumida logo após uma atividade física – quando o corpo geralmente está em seu limite – pode aumentar os riscos de problemas cardiovasculares, afetar a imunidade e provocar desequilíbrios hormonais.

Por fim, na entrevista à Cosmopolitan, a nutricionista lembra que manter o jejum após as atividades físicas também é prejudicial à saúde. "Não deixe de fazer uma refeição. É muito importante nutrir o corpo após os exercícios. É o momento ideal para comer. Afinal, precisamos de reabastecimento depois de todo o trabalho duro", afirma Amy.

Últimas notícias

Comentários