Publicidade

Estado de Minas PREVENÇÃO

Sol intenso requer cuidado redobrado em relação ao câncer de pele

O tumor maligno mais incidente no Brasil é o de pele. Especialistas lembram que o uso de filtro solar é a medida preventiva mais eficaz contra a doença


postado em 04/10/2023 14:07 / atualizado em 04/10/2023 14:07

(foto: Frrepik)
(foto: Frrepik)
O sol intenso e as temperaturas acima da média nos últimos dias pedem atenção redobrada com a saúde. Entre os cuidados primordiais está a prevenção ao câncer de pele. Em números absolutos, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca) o Brasil deve registrar 704 mil novos casos de câncer por ano entre 2023 a 2025, com destaque para as regiões Sul e Sudeste, que concentram cerca de 70% da incidência.

A publicação "Estimativa 2023 - Incidência de Câncer no Brasil", do Inca, mostra que o tumor maligno mais incidente no país é o de pele não melanoma, com 31,3% do total de casos. Esse câncer é mais comum especialmente em pessoas com mais de 40 anos, de pele clara e sensíveis à ação dos raios solares. Embora o alerta seja geral para todas as pessoas e em todas as estações, esse grupo precisa de ainda mais cuidados.

Ana Nery, especialista em cosmetologia e gerente de pesquisa e desenvolvimento (P&D) da Farmax(foto: Divulgação)
Ana Nery, especialista em cosmetologia e gerente de pesquisa e desenvolvimento (P&D) da Farmax (foto: Divulgação)
Com a recente onda de calor e sol forte em plena primavera, o lazer neste período também está ligado à exposição solar. Com isso, os especialistas reforçam a recomendação de que o protetor solar é a melhor forma de prevenir o câncer de pele.

"Para as pessoas que estão em atividades de lazer, a reaplicação deve ser feita depois do mergulho ou em caso de suor intenso", diz Ana Nery, especialista em cosmetologia e gerente de pesquisa e desenvolvimento (P&D) da Farmax, empresa fabricante de protetores solares, entre outros produtos. "Para manter a pele protegida, o primeiro passo é adicionar o filtro solar à lista de cuidados com a pele, pois assim como a higienização e a tonificação da pele, ele também deve ser um hábito diário. Escolher o produto certo é importantíssimo para evitar problemas como espinhas, cravos e ressecamento".

A especialista reforça a importância de aplicar o protetor meia hora antes de sair decasa e reaplicá-lo a cada duas horas. Ainda segundo Ana Nery, também é conveniente evitar a exposição solar das 10h às 16h e usar chapéus, guarda-sol e óculos escuros.

A partir dessas observações, a especialista lembra que a exposição solar é essencial para a manutenção saudável da pele humana, desde que seja feita corretamente. "O banho de sol ajuda na absorção de vitamina D, auxiliando no fortalecimento da saúde óssea além de revigorar a imunização do corpo. Com o uso do protetor solar, é possível usufruir dos benefícios do sol com segurança, diminuir efeitos indesejados e evitar doenças graves", conclui Ana Nery.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade