Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Japão desiste de logotipo dos Jogos Olímpicos de 2020 após polêmica

O símbolo escolhido para as Olimpíadas de Tóquio foi considerado plágio


postado em 01/09/2015 10:07

Após a repercussão negativa gerada pelo símbolo dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, o comitê organizador japonês decidiu desistir do logotipo. A polêmica, que tomou conta da internet, se deve a um suposto plágio cometido pelo designer Kenjiro Sano, responsável pela criação da imagem que representa as Olimpíadas de 2020. A acusação é de que ele teria se baseado no logotipo do Théâtre de Liège, que fica na Bélgica, e cujo símbolo fora criado em 2013 por Olivier Debie.

O designer belga logo reconheceu a semelhança com seu trabalho e entrou na justiça com o pedido de indenização por plágio, que teria sido cometido pelos japoneses.

O comitê olímpico de Tóquio 2020 chegou a apresentar um esboço de como ficaria a nova marca do evento, com uma adaptação feita por Kenjiro Sano. O problema é que, mais uma vez, ele foi acusado de plagiar outra criação. Neste caso, seria baseado no trabalho do designer alemão Jan Tschichold, já falecido.

Depois da polêmica do primeiro logotipo, os organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 pediram a Kenjiro Sano um novo símbolo, o que gerou outra acusação de plágio(foto: Internet/Reprodução)
Depois da polêmica do primeiro logotipo, os organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 pediram a Kenjiro Sano um novo símbolo, o que gerou outra acusação de plágio (foto: Internet/Reprodução)


Em novembro de 2013, a galeria Ginza Graphic Gallery, em Tóquio, recebeu uma exposição do artista alemão, e o cartaz trazia justamente a letra "T" com um círculo vermelho na base – que representa a segunda opção de logotipo apresentada por Kenjiro.

Diante do tumulto gerado pelo símbolo dos jogos de 2020, o Japão fará um concurso para escolher a melhor marca para o evento. E, reconhecendo a fraude cometida pelo designer, os organizodores deciciram que Kenjiro Sano não será pago pela polêmica arte.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade