Publicidade

Estado de Minas TECNOLOGIA

Snapchat retira filtros asiáticos que foram considerados racistas

O aplicativo de vídeos recebeu inúmeras críticas de internautas


postado em 11/08/2016 16:35

Se você conhece o aplicativo para smartphones Snapchat, uma espécie de rede social baseada em vídeos curtos e que expiram rapidamente, sabe que ele faz sucesso com seus "filtros", que costumam adicionar elementos curiosos às imagens, como chapéus, máscaras e expressões faciais. Porém, depois que o aplicativo liberou um filtro que simula um suposto rosto asiático com olhos puxados e bochechas proeminentes, acabou gerando uma grande discussão na internet.

"@Snapchat, poderia me dizer por que acharam que esse 'rosto amarelo' estava certo?", questiona a usuária Tequilafunrise no Twitter. "Ei, @Snapchat. Já que estão sendo super racistas, têm algum plano para um filtro 'rosto preto'?", ironiza a internauta Brianna Wu, na mesma rede social.

Apesar das inúmeras críticas recebidas na internet, o porta-voz do aplicativo disse ao portal americano de notícias Vice que os filtros "inspirados em anime" estão entre os vários lançados na terça, dia 9 de agosto e, desde então, já não estão disponíveis (muitos filtros do Snapchat expiram e só podem ser usados por um ou dois dias). Questionado sobre o cunho racista do "rosto amarelo", ele comentou apenas que "os filtros são pensados para serem divertidos e nunca ofensivos".

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade