Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

ONU terá Mulher Maravilha como embaixadora da igualdade de gênero

A personagem dos quadrinhos da DC Comics ajudará no empoderamento feminino


postado em 14/10/2016 13:40

No dia 21 de outubro deste ano, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Ban Ki-moon, fará uma cerimônia especial e diferenciada na sede da ONU em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Nessa data, a Mulher Maravilha será nomeada embaixadora mundial da igualdade de gênero.

Antes que você pense que a ONU enlouqueceu ou que a Liga da Justiça exista de verdade, saiba que o evento é parte de uma nova estratégia da organização, que tem como foco o empoderamento feminino. O órgão representativo dos diferentes povos pretende criar uma campanha que deve durar 15 anos e que terá como alvo a defesa dos direitos das mulheres de diferentes idades.

Para celebrar a nova campanha, a ONU escolheu a personagem criada pela DC Comics na década de 1940, que representa uma heroína grega descendente das amazonas que viviam na cidade mitológica de Temiscira, junto à foz do rio Termodonte. O evento do dia 21 de outubro deve contar com a participação da atriz Lynda Carter, que representou a Mulher Maravilha na famosa série de TV dos anos 1970, e de outras celebridades, incluindo a presidente da DC Entertainment, Diane Nelson.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade