Tesla domina vendas entre sedãs de luxo

Uma nova revolução está prestes a acontecer no mundo dos automóveis. Marcas de luxo tradicionais como BMW e Mercedes-Benz são ultrapassadas pela Tesla, o novo ícone da mobilidade elétrica

por Fábio Doyle 19/10/2016 10:32

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Tesla/Divulgação
Os veículos elétricos da Tesla, empresa fundada pelo visionário empresário Elon Musk, já ultrapassaram a BMW e a Mercedes-Benz em unidades vendidas nos Estados Unidos (foto: Tesla/Divulgação)
As vendas nos Estados Unidos do Tesla Model S sedã cresceram 59% em relação ao terceiro trimestre do ano passado, aumentando ainda mais a liderança da marca entre os carros de luxo. A informação é da própria Tesla, que normalmente mantém segredo sobre os seus resultados em vendas.

A Tesla divulgou comunicado que é agora responsável por quase um terço de todas as vendas no segmento. Seus concorrentes mais próximos são o BMW Série 7 na versão atualizada e o Mercedes-Benz Classe S.

No mercado de SUVs e crossovers luxuosos, a Tesla informa que as vendas nos EUA do Model X totalizaram 5.428 unidades no terceiro trimestre, o que representa 6% do mercado de luxo. Esse é o melhor resultado da marca após o lançamento do veículo no início deste ano. De acordo com dados da Tesla o Model X superou Porsches e Land Rovers, mas ainda está atrás de sete modelos SUV da Mercedes, BMW, Cadillac, Volvo, Audi e Lexus.

A BMW e a Mercedes Benz foram convidadas pela publicação Automotive News, dos Estados Unidos, a comentar esses dados. A primeira, por meio do porta-voz Kenn Sparks, diz apenas que "os números mostram que os carros elétricos estão ganhando popularidade, o que é bom para todos nós". A Mercedes ignorou a pergunta enviada por e-mail pela publicação.

O CEO da Tesla, Elon Musk, não esconde que pressiona sua equipe para que vendam o máximo possível em um esforço para atingir um trimestre lucrativo antes que a empresa necessite elevar gastos com novos investimentos. A Tesla está negociando a compra da SolarCity Corp. (grupo voltado para a energia solar) e se prepara para lançar seu sedã de "baixo preço", o Modelo 3, no final do próximo ano.

Os números representados nessas duas classes de veículos de luxo são irrelevantes se comparados aos 17 milhões de veículos vendidos nos EUA no ano passado. A Tesla espera repetir o sucesso do Model S com seu Model 3 de US$ 35 mil – uma perspectiva assustadora que inclui a implantação de uma grande fábrica de baterias em Nevada, expansão de sua fábrica na Califórnia, e a construção de uma rede global de vendas e serviços.

O Model 3 será um dos carros mais acessíveis no segmento de entrada da classe de luxo, e se Musk conseguir atingir sua meta de produzir 500 mil unidades Tesla por ano em 2018, a marca poderá se posicionar entre os três maiores na categoria de carros de luxo.

Últimas notícias

Comentários