Já saíram os gabaritos da segunda aplicação do Enem 2016

As provas foram realizadas nos dias 3 e 4 de dezembro para quase 300 mil candidatos

por Encontro Digital 07/12/2016 13:05

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
MEC/Inep/Divulgação
Lembre que a conferência do gabarito da segunda aplicação do Enem 2016 não corresponde à classificação correta no exame. O MEC usa uma fórmula diferenciada para gerar as notas (foto: MEC/Inep/Divulgação)
Os candidatos que fizeram a segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nos dias 3 e 4 de dezembro já podem conferir o gabarito dos oito tipos de provas (quatro por dia). As respostas também estão disponíveis na Página do Participante e por meio do aplicativo Enem 2016.

Mesmo com o gabarito em mãos, os candidatos não conseguirão saber a nota que tiraram porque o sistema de correção do Enem usa a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), que não estabelece previamente um valor fixo para cada questão. O valor varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, se a questão tiver grande número de acertos será considerada fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. O estudante que acertar um item com alto índice de erros, por exemplo, ganhará mais pontos por ele. Dessa forma, o candidato só saberá a sua nota nas provas objetivas após a divulgação do resultado final.

Os resultados individuais serão divulgados apenas no dia 19 de janeiro, quando todos os participantes, inclusive aqueles que fizeram o exame nos dias 5 e 6 de novembro, saberão exatamente quanto tiraram em cada uma das provas.

Confira, abaixo, os gabaritos do Enem 2016, segunda aplicação:








Segunda aplicação

O Enem foi aplicado no início de novembro para 5,8 milhões de candidatos. Um grupo, no entanto, de 277.624 estudantes, teve o exame adiado. Conforme o Inep, dos inscritos para a segunda aplicação, 273.521 (98,52%) não puderam participar do Enem regular por causa das ocupações em escolas, universidades e institutos federais, enquanto 4.103 candidatos (1,47%) foram afetados por contingências como a interrupção do fornecimento de energia elétrica.

As notas da prova podem ser usadas para pleitear vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para pedir bolsas no ensino superior privado pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Além disso, os candidatos com mais de 18 anos podem usar o Enem para receber a certificação do ensino médio.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários