Publicidade

Estado de Minas COMPORTAMENTO

Até que ponto os pais devem interferir na carreira dos filhos?

Especialista comenta uma atitude comum no Brasil, na qual os pais induzem os filhos a seguirem determinadas carreiras


postado em 23/03/2017 08:15

Que curso escolher? Qual carreira seguir? Onde estudar? A escolha profissional se torna, muitas vezes, uma tortura para os jovens. Com tão pouca idade (entre 17 e 20 anos) já é preciso definir os rumos que vão seguir em boa parte da vida. Obviamente, os pais não ficam avessos a essas decisões, e a influência deles pode impactar no sucesso ou no fracasso dos filhos.

De acordo com a psicóloga Jussara Prado, master coach em Programação Neurolinguística, os arquétipos da família influenciam os filhos inconscientemente. Segundo a especialista, geralmente, o pai proporciona a estrutura e a segurança familiar, por meio da disciplina, enquanto a mãe oferece amor por meio da atenção e da presença. "Na tentativa de honrar toda essa energia recebida, é comum ver adultos agindo de forma inconsciente para agradar os pais", diz a psicóloga.

Jussara orienta os pais a observarem os pontos fortes das crianças desde cedo. Na escola, por exemplo, quando o aluno tira uma nota baixa, é comum que os responsáveis acabem criticando ou brigando com o filho. Ao invés de adotar essa atitude, a psicóloga recomenda que os familiares cobrem, mas que foquem nas matérias e atividades que os garotos apresentam maior facilidade.

Outro ponto destacado pela especialista é a comparação entre as crianças. "O sistema educacional quer igualar todo mundo, passando os conhecimentos de uma maneira igual. As crianças começam a se comparar umas com as outras, e isso provoca mal estar e sensações de inferioridade", comenta Jussara Prado.

Vestibular

O momento considerado crucial para definir o futuro profissional deve ser muito bem planejado. Em alguns casos, os filhos são pressionados a seguirem os passos dos pais, atitude condenada pela psicóloga. "Você quer seu filho frustrado na carreira ou quer que ele seja um profissional de sucesso?", questiona a especialista. "Quando os pais acreditam que o filho está tomando uma decisão errada, o que eles podem fazer é incentivá-los a se conhecerem melhor", acrescenta.

A master coach destaca que hoje é muito comum encontrar pessoas que iniciam uma carreira, mas, no meio do percurso mudam de profissão. "Elas sofrem muito por conta disso, porque levam a vida se preparando para uma área e, depois, têm que mudar tudo", comenta a especialista.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade