Duas pinturas sacras da igreja Nossa Senhora do Carmo de Ouro Preto são restauradas

As imagens retratam os reis santos Luís, da França, e Eduardo, da Inglaterra

por Encontro Digital 13/03/2017 10:52

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Luiza Magalhães/Agência Minas/Divulgação
A Fundação de Arte de Ouro Preto foi responsável pela restauração das pinturas de São Luís e Santo Eduardo, que retornarão à igreja Nossa Senhora do Carmo, em Ouro Preto (foto: Luiza Magalhães/Agência Minas/Divulgação)
As pinturas do final do século XVIII que retratam São Luís, rei da França, e Santo Eduardo, rei da Inglaterra, que foram restauradas pela equipe da Fundação de Arte de Ouro Preto (Faop), serão entregues no dia 19 de março à igreja Nossa Senhora do Carmo, em Ouro Preto, onde devem ficar expostas ao público.

O trabalho, que durou aproximadamente um ano, contou com a participação de 12 restauradores, além do professor e coordenador responsável Silvio Luiz de Oliveira. As telas, de autoria desconhecida, encontravam-se com pequenos danos, como rasgos, diminuição da pigmentação, telas amareladas, abrasionadas, respingos de tinta e deformações de planos.

O professor destaca a satisfação em participar de um trabalho tão importante como a recuperação de obras sacras "Foi um prazer ver o resultado da recuperação das telas, trabalhar com as técnicas do curso de restauração e com o apoio da comunidade carmelita, que nos recebeu muito bem", diz Silvio Oliveira.

A restauração das obras foi realizada em um ateliê montado no consistório da igreja Nossa Senhora do Carmo. Segundo as técnicas em conservação e restauro Ana Paula Mendes e Ludmila Ribeiro, a decisão de montar o ateliê na própria igreja foi tomada para evitar que qualquer outro dano ocorresse devido ao transporte das obras, além de difundir a importância do trabalho para a comunidade, que pôde acompanhar todo o trabalho.

As Obras

As duas pinturas foram criadas para a ordem franciscana, se encontrando originalmente na igreja São Francisco de Assis, em Ouro Preto. Devido a uma dívida com os carmelitas, os franciscanos usaram as imagens de São Luís e Santo Eduardo como uma forma de saldar o compromisso.

São Luís

São Luís, também conhecido como rei Luís IX, governou a França de 1226, sucedendo seu pai Luís VIII, até a sua morte, em 1270, no norte de África. Durante sua administração o país europeu passou por um período de paz e prosperidade, mas também uma época de forte influência religiosa, zelando pelos pobres e proibindo a prostituição e o jogo.

O santo também foi o responsável pela construção de algumas das igrejas mais famosas do país. Como a Sainte-Chapelle, de arquitetura gótica, com belos vitrais e rosáceas.

Santo Eduardo

Eduardo, o Confessor, foi rei da Inglaterra de 1042 até a sua morte, em 1066. Tratado como um rei dinâmico, engenhoso e às vezes impecável, Eduardo era conhecido por ter vivido uma vida santa e por ser um confessor da fé cristã. Contudo, ele não foi tratado como um mártir, o que o diferenciou de seu avô, Eduardo, o mártir.

Santo Eduardo foi canonizado, em 1161, pelo papa Alejandro III, sendo o primeiro anglo-saxão e o único rei inglês a ser santificado pela Igreja Católica.

(com Agência Minas)

Últimas notícias

Comentários