Nasa revela que a Califórnia está afundando em ritmo acelerado

Algumas regiões do estado americano afundaram até 8 m desde o século passado

por Encontro Digital 07/03/2017 08:12

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
European Space Agency/Nasa-JPL/Caltech/Google Earth
As áreas amarelas e vermelhas do mapa feito pela Nasa com imagens de satélite mostram que algumas regiões da área central da Califórnia (EUA) chegaram a afundar até 8 m desde o século XX (foto: European Space Agency/Nasa-JPL/Caltech/Google Earth)
Observações da Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) constataram que muitas áreas da Califórnia, nos Estados Unidos, especialmente na região central do estado, estão afundando em ritmo alarmante.

Os cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), vinculado à Nasa, examinaram e compararam imagens por satélite captadas por meio de um sistema chamado interferometria por Radar de Abertura Sintética e chegaram à conclusão de que algumas áreas do vale San Joaquin estão afundando.

Os autores da pesquisa acreditam que esse processo de afundamento pode ter sido causado pelo uso massivo da água dos lençóis subterrâneos – desde 1920, muitos moradores desse estado americano usam poços artesianos. O resultado revelou que algumas zonas da Califórnia baixaram cerca de 8 m ao longo do último século.

Cabe mencionar que a Califórnia sofre de uma seca histórica que começou há alguns anos, e que agrava o problema. Os especialistas detectaram duas localidades com subsidência (rebaixamento) das camadas do solo, próximas às cidades de Chowchilla e Corcoran, cada uma com uma área de centenas de km² que se alarga e se torna mais profunda. Para se ter uma ideia, apenas no ano passado, o nível do solo em Chowchilla diminuiu cerca de 4 m.

"Enquanto nós podemos ver o impacto da chuva sobre a subsidência, sabemos que temos enfrentado um déficit de água subterrânea por certo período de tempo. Por isso, serão necessários muitos anos até que os reservatórios subterrâneos possam encher de novo", afirma Tom Farr, coautor da pesquisa realizada pelo laboratório JPL da Nasa.

(com Agência Sputnik)

Últimas notícias

Comentários