Publicidade

Estado de Minas PET

Apesar da Páscoa, dar chocolate para os cães é muito perigoso

O doce é extremamente tóxico para os pets e não deve ser ingerido nem em pequenas quantidades


postado em 03/04/2017 14:35

Com a proximidade da Páscoa, fica cada vez mais difícil para os donos resistirem à tentação de dar chocolate para o cãozinho de estimação. Segundo especialistas, o que pode parecer um agrado inocente, na verdade, oferece risco à saúde do pet, já que pequenas quantidades do doce são perigosas.

O chocolate parece ser inofensivo, mas, em certa quantidade pode até intoxicar os cães. Portanto, com a proximidade do feriado, é preciso saber guardar o doce, deixando fora do alcance dos animais. Além disso, é preciso evitar oferecer a sobremesa ao bichinho. De acordo com a médica veterinária Fabiana Zerbini, da Virbac do Brasil, as consequências desse ato podem ser muito danosas.

"Os chocolates possuem principalmente duas substâncias responsáveis pela intoxicação: a teobromina e a cafeína. Quanto mais escuro [amargo] o chocolate, maior a quantidade dessas substâncias e, portanto, maior a chance de intoxicação", afirma a especialista.

A veterinária ainda explica que as manifestações clínicas podem ocorrer em até 12 horas após a ingestão e podem variar de leves, como diarreia e vômito, a graves, como arritmias cardíacas e insuficiência respiratória, podendo levar até à morte, dependendo do tamanho, da raça do animal e da quantidade consumida. Por isso, o melhor é afastar ao máximo o cão desse alimento. E caso ocorra a ingestão do doce, a melhor alternativa é levar ao veterinário o quanto antes.

"Estudos demonstram que a ingestão de quantidades iguais ou superiores a 63 gr de chocolate para cada kg de peso do animal é potencialmente letal. Portanto, se o cachorro tiver 10 kg, por exemplo, a ingestão de 630 gr ou mais é algo extremamente perigoso", explica Fabiana Zerbini.

Caso o dono queira dar para seu pet um mimo na Páscoa, já existem no mercado produtos que imitam o chocolate. Eles são mais seguros e saudáveis para os cães. Mesmo porque o consumo do doce, bem como de outros alimentos com alto teor de açúcar, além da intoxicação, predispõe os animais a outros problemas, como obesidade, diabetes e cáries.

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade