Entenda os cuidados que se deve ter com as lentes de contato nos dentes

Tomar café, morder alimentos duros e bruxismo podem afetar as placas de porcelana, sabia?

por Da redação com assessorias 15/05/2017 12:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Mcloudfamilydental.com/Reprodução
As lentes de contato dos dentes podem durar até 15 anos se forem mantidas de forma adequada, com a devida higienização bucal (foto: Mcloudfamilydental.com/Reprodução)
As lentes de contato dental estão ganhando cada vez mais adeptos, principalmente entre ricos e famosos – que são os mais dispostos a investir o valor de um carro zero para ter um sorriso branquinho e harmonioso. São lâminas de porcelana bem finas, de última geração, que transformam dentes manchados, quebrados, trincados, desalinhados, e até mesmo com alguns problemas ortodônticos, sem interferir na estrutura do dente, preservando a força e a vitalidade para que o paciente possa mastigar qualquer tipo de alimento. Textura, brilho, resistência e durabilidade da cor são pontos altos. Mas, o que fazer para o resultado durar mais?

De acordo com Aônio Vieira, professor da Faculdade de Odontologia da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas (APCD), uma grande vantagem da nova geração de porcelanas é refletir a luz de modo muito semelhante aos dentes naturais. Sendo assim, a partir de imagens digitalizadas, o cirurgião-dentista pode até mesmo combinar o uso de lentes de contato dentais com outras técnicas, como clareamento e coroas. "Trata-se de um investimento com ótima relação custo-benefício, já que as lentes de contato costumam durar por volta de 15 anos ou mais. Um carro zero, por outro lado, tem garantia de apenas três anos. Brincadeiras à parte, é fundamental saber cuidar da porcelana para evitar intercorrências e fazer com que dure bastante", comenta o especialista.

Como mostra o professor, uma boa higiene oral diária é um dos principais pré-requisitos para a durabilidade das lentes de contato dentais. "Embora não forme cárie em revestimentos de porcelana, eles, normalmente, deixam algumas áreas do dente natural expostas e que são passíveis de lesões de cárie. Por isso, ao escovar bem os dentes, o paciente evita esse tipo de ocorrência. A frequência das escovações, inclusive, permanece a mesma indicada para dentes naturais: ao menos três vezes ao dia, com uso de escova de cerdas macias e fio dental. A única diferença é que o creme dental não deve ser abrasivo, à base de bicarbonato de sódio, para não danificar a porcelana e encurtar sua vida útil", afirma Aônio Vieira.

A saúde da gengiva é outra preocupação que a pessoa deve ter em mente para que seu novo sorriso dure mais. "O paciente deve prestar bastante atenção na gengiva e fazer todo o possível para evitar sangramentos e inchaços, que são sinais de inflamação, como a periodontite ou gengivite. Esta condição costuma estar associada a uma deficiência na escovação e no uso do fio dental, já que há maior acúmulo de placa bacteriana que, com o tempo, pode calcificar. Em casos mais severos, pode haver perda da estrutura óssea que dá suporte ao dente. Mas, há outras causas para o sangramento gengival, como excesso de força empregada na escovação, escova com cerdas muito duras, deficiência de vitamina K, ausência de vitamina C no organismo, alterações hormonais e até mesmo leucemia. De todo modo, se o sangramento persistir por mais de cinco dias, vale a pena consultar um dentista", esclarece o especialista da APCD.

Quem opta por lentes de contato dentais também deve ter em mente que alguns hábitos precisam ser revistos. "Fumar é contraindicado", alerta o professor, que chama a atenção, também, para a necessidade de evitar morder objetos muito duros, roer unhas, mascar chiclete, usar os dentes para romper lacres ou abrir garrafas, e até beber e comer alimentos que mancham os dentes. "Quem não consegue viver sem café ou vinho, por exemplo, deve se acostumar a enxaguar bem a boca logo após consumir essas bebidas. O mesmo ocorre com molho de tomate e molho de soja [shoyu]. Caso contrário, com o passar do tempo, haverá alteração na cor da resina. Outro cuidado fundamental é o tratamento do bruxismo. Afinal, a porcelana não impede a fratura da raiz do dente que pode ocorrer depois de muito apertar e ranger", diz Aônio Vieira.

Últimas notícias

Comentários