Microsoft decreta 'morte' do Paint em nova atualização do sistema Windows

Presente há 32 anos no sistema operacional, ferramenta de criação de imagens não será mais um aplicativo disponível no Windows 10

por Correio Braziliense 24/07/2017 16:06

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Windows 7/Reprodução
Quem nunca usou o Paint para fazer desenhos abstratos aleatórios ou mesmo como ferramenta para "colar" as capturas de tela? (foto: Windows 7/Reprodução)
A próxima atualização do Windows 10, batizada de "Outono", vai marcar a despedida de um dos maiores símbolos do sistema operacional: o Paint. A ferramenta para criar desenhos está na lista de outras que também serão removidas no update do sistema operacional da Microsoft, que deve ser lançado até outubro, ainda sem data definida. O Paint está presente no sistema operacional criado por Bill Gates desde o Windows 1.0, o primeiro a ser lançado, em 1985.

A lista de funcionalidades a serem "descontinuadas" foi divulgada pela Microsoft na quinta-feira, dia 20 de julho. O motivo seria que o programa, assim como os demais que estão na lista, está obsoleto e a empresa não parece disposta a investir esforços para melhorá-lo.

O Paint foi lançado originalmente como Paintbrush e é um dos softwares que acompanham o Windows há 32 anos, uma das primeiras aplicações de edição gráfica, estando presente em todas as edições. Na mais recente atualização do sistema operacional, o programa foi, inclusive, "turbinado" para passar a criar e editar objetos em 3D, possibilitando a qualquer usuário desenhar à mão e transformar a imagem e algo tridimensional. Esta versão será mantida pela Microsoft.

Simples de usar

A simplicidade, principal característica do Paint, fazia com que milhares de usuários do Windows utilizassem o programa em edições pontuais de imagens, não exigindo um conhecimento muito aprofundado quanto outros programas do tipo de edição mais avançados no mercado. No entanto, com o avanço da tecnologia, muitos aplicativos dominaram, principalmente em versões online, e deixaram o Paint "atrasado".

Outro programa que também está na lista de descontinuados do Windows é o Outlook Express, aplicativo que também deixou de ter sentido para empresa após a inclusão de outros leitores de correio eletrônico no Windows 10. O Reader e a lista de leitura também dizem adeus na próxima atualização.

Dando adeus

A decisão foi um pouco triste para os mais nostálgicos. Nas redes sociais, como no Twitter, muita gente que passou bons momentos escrevendo palavras utilizando a ferramenta de spray, salvando prints, criando memes ou fazendo coloridos mosaicos com lápis e lata de tinta ficou chateada. Na manhã desta segunda-feira, dia 24 de julho, o Paint era um dos trending topics (assuntos mais comentados) do microblog.

"O Paint vai morrer, nossa. A primeira influência de desenhos modernos a gente nunca esquece", diz o usuário @oiyuro na rede social de 140 caracteres. "E agora, onde vou fazer pixelart?", reclama @niilisto. "Descanse em paz, Paint", diz o internauta @oadrianojr. "Meus dias como Romero Britto estão contados #RIPpaint", brinca @andrecsta.

Últimas notícias

Comentários