Cientistas criam pílula que simula exercício físico

Apesar dos sedentários terem ficado felizes, testes da substância ainda são preliminares

por Vinícius Andrade 28/08/2017 15:53

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
Colher os benefícios de uma atividade física sem precisar escorrer uma gota de suor é o sonho de qualquer um, certo? Que o esforço físico melhora as condições gerais do organismo, todos sabem, mas, os mecanismos dessa relação ainda reservam um "certo mistério". Na busca para solucionar esta questão e criar um modo menos exaustivo para adquirir as vantagens de uma atividade intensa, pesquisadores da Universidade de Leeds, no Reino Unido, descobriram qual a proteína responsável por indicar ao cérebro as partes do corpo que devem receber mais fluxo sanguíneo durante o exercício.

Quando a pessoa movimenta um conjunto de músculos, o cérebro envia uma informação para que o organismo direcione o fluxo de oxigênio para as células que estão trabalhando no exercício físico. "Atendendo ao pedido", o coração bombeia mais sangue para essa área, aumentando a frequência cardíaca e a pressão sanguínea. Como não temos sangue suficiente para encher todo o sistema circulatório de forma homogênea, o fluxo de determinados vasos sanguíneos diminui para que os músculos possam ser mais "abastecidos".

Na pesquisa liderada pelo cientista David Beech, experimentos realizados em camundongos mostraram que a proteína Piezo1 detecta o aumento da pressão provocada pela atividade física e força os vasos sanguíneos do estômago e do intestino a se contraírem, diminuindo o fluxo de sangue nestas regiões do corpo para que cérebro e músculos recebam mais oxigênio.

Diante disso, os pesquisadores desenvolveram um composto batizado de Yoda1 (em referência ao famoso personagem da saga Guerra nas Estrelas), que reproduz os efeitos do aumento de pressão na parede dos vasos sanguíneos provocado pela atividade física. A ideia é fazer com que a proteína Piezo1 atue mesmo que o corpo não esteja se exercitando.

Os cientistas lembram que os testes são apenas preliminares, já que só foram realizados em camundongos. Especialistas da área médica continuam indicando a atividade física atrelada a uma dieta saudável como a melhor fórmula para colher benefícios à saúde.

Últimas notícias

Comentários