Após duas quedas consecutivas, Índice de Confiança do Consumidor cresce em setembro

Fundação Getúlio Vargas mostra que a confiança do consumidor chegou a 82,3 pontos, numa escala que vai de 0 a 200

por Encontro Digital 22/09/2017 14:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Rovena Rosa/Agência Brasil/Divulgação
(foto: Rovena Rosa/Agência Brasil/Divulgação)
O Índice de Confiança do Consumidor, registrado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 1,4 ponto em setembro deste ano, depois de três quedas consecutivas. O indicador atingiu 82,3 pontos, o mesmo nível de junho, em uma escala que vai de zero a 200.

A alta, segundo a FGV,  foi provocada pela melhora da expectativa dos consumidores em relação ao futuro. O Índice de Expectativas avançou 2,2 pontos e chegou a 91,1, o mesmo patamar de abril. Já a satisfação dos consumidores com a situação atual ficou praticamente estável, ao variar apenas 0,2 ponto.

De acordo com Viviane Seda Bittencourt, coordenadora da pesquisa da FGV, o resultado parece estar relacionado a uma ligeira melhora na percepção sobre o mercado de trabalho e no gradual afastamento do risco de crise política. Apesar disso, o consumidor mantém perfil cauteloso.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários