Publicidade

Estado de Minas PET

Dieta ancestral pode ser muito benéfica para os pets

Cães e gatos podem ser alimentados com aquilo que seus antepassados comiam, sabia?


postado em 18/09/2017 13:07

Atualmente, cada vez mais pessoas se preocupam com a alimentação ideal para seus animais de estimação. Algumas decidem substituir a tradicional ração pela dieta bio-apropriada ou ancestral, ou seja, oferece aos pets uma refeição próxima ao que os antepassados dos bichinhos comiam na natureza.

Vale dizer que os cães e gatos, hoje, possuem a formação genética, o metabolismo e a fisiologia digestória ainda idênticos aos de seus antepassados. Portanto, proporcionar esse tipo de alimentação ancestral pode trazer benefícios para o animal.

O veterinário Artur Vasconcelos, do Hospital Veterinário da Escola de Veterinária da UFMG, é um exemplo de quem oferece alimentos livres de processamento para seus cães e gatos. Ele conta que semrpe obteve bons resultados. "Dietas frescas oferecem uma gama de nutrientes que dificilmente serão encontrados em dietas processadas. A cada dia se descobre novos nutrientes considerados essenciais, que de alguma forma, podem estar faltando dentro do saco de ração", comenta o veterinário.

O especialista lembra que existem diferenças na composição da alimentação oferecida para cães e gatos. os cachorros, embora devam consumir carnes e ossos, podem comportar-se como onívoros em algumas situações. Gatos, no entanto, são carnívoros estritos. "A melhor nutrição para cães e gatos vai ser alcançada se oferecermos basicamente presas, ou partes de uma presa, em estado natural, crua, com ossos e vísceras", diz Artur Vasconcelos.

Como esclarece o veterinário, a dieta ancestral traz diversos benefícios para os bichinhos, incluindo o menor risco de sobrepeso e o desenvolvimento dos sistemas de defesa (intestinal e imune). Além disso, ela apresenta maior diversidade de nutrientes e é livre de aditivos químicos e conservantes.

Artur explica que, com paciência e adaptações, a alimentação bio-apropriada pode ser oferecida para qualquer pet. Este tipo de dieta, no entanto, demanda mais tempo dos tutores e, muitas vezes, não é tão prática. "Alimentação natural é para qualquer animal e, infelizmente, não é para qualquer tutor. Definitivamente, ela exige maior dedicação, estudo e tempo por parte dele [tutor]", comenta o especialista.

Caso você tenha se interessado no assunto, o veterinário aconselha buscar informação em publicações especializadas ou consultar um profissional da área.

(com assessoria de imprensa da Escola de Veterinária da UFMG)

Os comentários não representam a opinião da revista e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade